Domingo, 19 de Maio de 2019
Peladão Brahma Master

Invictos, Central do Coroado e Compensa Master decidem título na categoria Master

Central do Coroado e Compensa Master decidem quem fica com o título da categoria master, a categoria que tem os jogadores mais experientes do Peladão



Central.JPG
As duas equipes possuem nove vitórias e um empate e sonham com um título na Arena da Amazônia (Foto: Evandro Seixas)
28/01/2017 às 05:00

Central do Coroado e Compensa Master decidem neste sábado (28), às 17h, na Arena da Amazônia quem fica com o título da categoria mais experiente do Peladão Brahma. Sem saber o que é perder no Campeonato as equipes do Coroado e da Compensa, respectivamente, têm nove vitórias e um empate. Com um duelo tão equilibrado, a experiência fará a diferença para determinar quem levantará o caneco.

Falando em troféu, no Central do Coroado, que  é o atual campeão do Peladão Master, algumas figuras tarimbadas já estão acostumadas a levar títulos no Peladão. É o caso do centroavante Oscar Nepomuceno, campeão sete vezes do maior campeonato de peladas do mundo. Ele fala que não só ele como a equipe estão acostumados a vencer e está esperançoso com a possibilidade do time da Zona Leste - que já conquistou o Master duas vezes - ser campeão pela terceira vez.

“A gente sempre batalha para chegar na final na Arena. Essa equipe está acostumada a jogar junta desde 2011. Tivemos uma campanha boa, a semifinal com os Canibais que foi o complicado. Teve os pênaltis que não terminaram e ficou aquela sensação, mas no final deu tudo certo. A gente vai com tudo para conseguir o tri”, explicou.

Tapera, volante da equipe, já foi campeão três vezes, inclusive no antigo Vivaldão e fala em realizar sonhos. “Eu confio no meu time, mas vamos jogar contra um adversário muito forte, mas confio na minha equipe. Eu já joguei na Arena quando era Vivaldão e fui campeão, mas na Arena será a primeira vez e será um sonho realizado”.

Mas, para realizar o sonho, será preciso passar pelo Compensa Master, onde também há jogadores com histórico de títulos. É o caso de Flávio Henrique. Ele foi campeão do torneio em quatro edições -principal e master - e fala da alegria de ver a Arena de portas abertas para o Peladão.

“É uma realização. Todo jogador amador e profissional deseja jogar na Arena da Amazônia ainda mais que ela tá zeradinha Acredito que a final do Peladão abriu as portas e nós vamos a ter mais jogos de amazonenses”, disse o jogador que também teve a chance de jogar e ser campeão no antigo Vivaldão.

Quanto ao adversário, Flávio diz que será um duelo das melhores equipes do Master. “É um time bom, experiente e eu acredito que vai ser um jogaço decidido nos detalhes porque estão ali os melhores times Master de Manaus”.

O presidente do Compensa Master, Rodni Benacon, salienta o time está invicto e já joga junto há dois anos e isso é um trunfo que torna a equipe entrosada e um adversário difícil de ser batido.

“É uma satisfação grande ver os jogadores representando a Compensa. Com esse time já fomos campeões no máster em um campeonato no bairro e já usamos outras fusões, mas com essa formação estamos há dois anos e somos um time forte”, disse.

 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.