Domingo, 26 de Maio de 2019
Craque

Iranduba apresenta atletas de ponta do futebol e mira conquista do Brasileiro

Clube da região metropolitana quer ser grande no cenário do futebol feminino nacional 



1.jpg
Meninas do Iranduba foram apresentadas para a temporada 2016
12/01/2016 às 20:30

Dono de cinco títulos amazonenses consecutivos, o Iranduba quer ir mais longe em 2016. Para isso, a equipe apresentou na tarde desta terça-feira (12), na Academia Live, na Avenida Governador José Lindoso, Zona Centro-Sul, as jogadoras que vão defender o clube nesta temporada do futebol feminino. Entre os reforços do Hulk da Amazônia, 15 atletas estão vindo das principais clubes femininos do Brasil, e com passagens pela Seleção Brasileira, além de títulos expressivos.

“Das jogadoras que foram apresentadas todas já tiveram experiência com a seleção brasileira. Seja adulta, seja de base sub-20, sub-17, seleção de futsal e universiades. Estamos preparados e vamos brigar por títulos”, disse o novo diretor de futebol e responsável por trazer as jogadoras, Lauro Tentardini.

Diretor de futebol Lauro Tentardini


O novo diretor, junto com o presidente do clube, Amarildo Dutra, traçam meta de cinco anos para que a equipe esteja entre as primeiras do Brasil.

“Nosso planejamento começou depois da eliminação na primeira fase do Campeonato Brasileiro do ano passado. Conheci o Lauro em agosto na CBF, falei da realidade do nosso futebol e o convidei. Agora estamos com esse projeto de fazer o Iranduba grande, em até cinco anos”, revelou o presidente.

Tentardini já faz planos para o futuro do Verdão da Amazônia. “Ao final dos cinco anos imaginamos ser campeão brasileiro, ser a principal equipe de futebol feminino do país, disputando competições sul-americanas, com uma base estruturada, até com projetos sociais escolares como tínhamos em Santa Catarina”, explicou Lauro.

Volante experiente

Os 20 anos de idade não escondem a experiência e astúcia da volante Djenifer Becker. Com passagens pela Seleção Brasileira principal, ela acredita num título pelo Iranduba.


“Vim aqui para buscar o Brasileirão e com as demais meninas vamos ser campeãs. Minha decisão foi tomada para vencer e eu cheguei aqui para vencer”, afirmou a volante que veio do São José (SP) e já foi campeã sul-americana sub-17 e sub-20 com a seleção, além de atuar por amistosos com a camisa amarelinha principal.

Entre as “novatas”, a amazonense Samya Priscila está de volta. Depois de 10 anos jogando por outras equipes do Brasil, a jogadora está ansiosa para defender o Iranduba. “Estou um pouco nervosa por voltar às origens. E justamente com as demais queremos fazer um grande brasileiro”, destacou.

Remanescente do grupo pentacampeão, a atacante Deise gostou da parceria. “Elas vão colaborar em 100% com a gente. A experiência delas vai contar muito e o futebol delas é muito mais avançado que o nosso no Amazonas. Agora é pensar em título nacional”, disse.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.