Sábado, 07 de Dezembro de 2019
MASSACRE

Iranduba bate Rio Negro por 9 a 0 em apenas um tempo de jogo

Rio Negro entrou em campo com apenas nove jogadoras e viu duas saírem machucadas, o que deu fim ao confronto. Elisa, Marilia e Djeni marcaram, três vezes cada uma



WhatsApp_Image_2019-11-10_at_16.46.23_B4C1F2C5-B6FA-4396-8E80-C6A9FD089EB9.jpeg (Foto: Sandro Pereira)
10/11/2019 às 17:06

Em jogo que acabou ao fim do primeiro tempo por falta de jogadoras do Rio Negro, o Iranduba venceu o Rio Negro por 9 a 0, em jogo de rodada atrasada do Campeonato Amazonense Feminino, na tarde deste domingo(10), no CT do 3B.

Elisa, Marilia e Djeni marcaram, três vezes cada uma, e sacramentaram a vitória do Hulk, que encarou um Rio Negro que entrou em campo com apenas nove atletas e sem ninguém no banco de reservas.



Invicto no estadual, o Iranduba volta à ponta da tabela com 15 pontos, e na próxima rodada encara o Liga Itacoatiarense, no Floro de Mendonça, em Itacoatiara(270 km distante de Manaus).  O Rio Negro se despede do torneio na quinta colocação com seis pontos.

Vitória em apenas de um tempo

Com vantagem numérica e técnica dentro de campo,o Hulk abriu cedo o placar aos 1 minuto após Djeni abrir na direita para Adyla que lançou Marilia, para finalizar para o fundo das redes.

Aos 5 minutos Elisa invadiu a área e foi derrubada. Djeni na marca da cal estufou a meta alvinegra batendo forte, à meia altura, no lado esquerdo.

Imponente no gramado do 3B, o Hulk fez o terceiro gol. No inicio da jogada, Marília abriu na ponta direita para Sinarinha cruzar na medida para Elisa, Eka cabeceou sozinha e balançou as redes do galo.

Aos 17 minutos Giselinha foi a linha de fundo cruzou para Elisa completar na pequena área. Em mais um ataque fulminante do Hulk, aos 20 minutos, Djeni lançou um torpedo de fora da área no ângulo de Elaine. Aos 25 minutos Marília fez jogada individual pela direita, e deixou Elisa na cara do gol para marcar mais um. No minuto seguinte, Marília ampliou após invadir a grande área e deixar a goleira no chão.

Aos 26 minutos jogo foi interrompido após Miriam, do Rio Negro, sair de ambulância do campo. Aos 27 minutos, Marília sofreu pênalti e Djeni foi pra batida e carimbou o canto direito da arqueira do Rio Negro.

Aos 47 minutos, após cobrança de escanteio, Marília cabeceou encobrindo a goleira Elaine.  Aos 51 minutos, Márcia do Rio Negro se machucou e a partida foi encerrada por falta de atletas.

News 48367672 1136721996505445 2342939255929569280 n 2dad860c 0057 4e2e b7f5 f53181960f2f
Repórter do Craque
Jornalista formado na Ufam, campus de Parintins. Estudante de pós-graduação em jornalismo esportivo na Universidade Estácio de Sá. Repórter do Caderno de Esporte ‘Craque’ de A Crítica desde novembro de 2018.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.