Publicidade
Esportes
BRASILEIRO FEMININO

Iranduba e Rio Preto fazem primeiro jogo das quartas do Brasileiro nesta quarta (12)

O jogo acontece no interior de São Paulo e o técnico Adilson Galdino garante que "o time está preparado" 11/09/2018 às 17:36 - Atualizado em 11/09/2018 às 17:37
Show spo.jm.r555 3b4d3075 3134 48fe b5b4 240c28b3a71e
Foto: Junio Matos
Camila Leonel Manaus (AM)

Se a máxima do futebol diz que no mata-mata é outra história, nesta quarta-feira (12), às 14h (de Manaus), o Iranduba começa a escrever sua história  no Brasileiro Feminino contra o Rio Preto. O jogo de ida das quartas de final da competição será no estádio Anísio Haddad, em Rio Preto, interior de São Paulo.

Pela frente, o Iranduba terá uma equipe que foi campeã brasileira em 2015 e é atual campeã paulista, ao derrotar o Santos – campeão brasileiro – na final. O técnico Adilson Galdino sabe bem da tradição do adversário, mas promete empenho para trazer para Manaus o melhor resultado possível.

“Esperamos um grande jogo e nos preparamos muito para essa fase. Vamos buscar alcançar o nosso objetivo que é a classificação e jogar o jogo. Não dá para prever o que pode acontecer em uma decisão como esta diante de um time de muita tradição”, explica o técnico do Hulk.

A preparação do Iranduba para a partida foi de três semanas – a última partida da primeira fase aconteceu no dia 22 de agosto contra o Kindermann – e teve os portões fechados, tudo isso para o Hulk montar a sua estratégia para voltar de São Paulo com um bom resultado. “Nossa equipe tem uma postura organizada defensivamente e procura ter a posse de bola para envolver o adversário com a qualidade técnica que a nossa equipe tem. Demos continuidade na performance da equipe  e a nossa postura vai continuar com muita aplicação de todas atletas e é claro que temos que ter a consciência de saber jogar os dois jogos”, explicou .

         Heroína na última partida da primeira fase, Maike deve seguir como titular (Foto: Júnio Matos)

Na primeira fase, o Iranduba terminou em segundo no Grupo 1, com 27 pontos (oito vitórias, três empates e três derrotas). O Rio Preto foi o terceiro com 25 (seis vitórias, sete empates e uma derrota) e está invicto em casa. Em sete jogos no Anísio Haddad, foram quatro vitórias e três empates. A artilheira do time é a atacante Negona, que até o ano passado jogava como volante. Nesta temporada, ela foi testada na frente, pegou gosto pela posição e já marcou oito gols na competição.

“A equipe do Rio Preto é muito qualificada e tem atletas experientes com uma mescla de atletas novas e destaques como a Lelê, Jéssica e Maria, mas estamos preparados para esse primeiro desafio das quartas de final e vamos procurar fazer um jogo equilibrado em suas ações ofensivas, defensivas e transições”, completou o técnico que não poderá contar com Driely e Geovana, que estão lesionadas e com a meia Amanda Brunner, que cumpre suspensão.

Do lado do Rio Preto, a determinação é por fazer um resultado bom dentro de casa para facilitar o máximo a vida da equipe paulista no jogo da volta, em Manaus no dia 20 de setembro. “Será uma partida muito difícil. Temos que fazer um bom resultado dentro de casa, pois sabemos que na volta lá será muito difícil”, disse a volante Pâmela. Para o jogo desta quarta, o técnico Chicão Reguera, segue com desfalques. Suzana, Thaís e Simeia estão contundidas.

Ficha Técnica

Rio Preto: Zany; Fafá (Thaynara), Di, Rayane e Di Menor; Jéssica, Karina e Mariana; Maria, Lelê e Carol (Jéssica Beiral). Técnico: Chicão Reguera.

Iranduba: Maike, Sinara, Jujuba, Renata, Gisele, Cris, Gabi, Djeni, Giovania,Kelen e Mayara. Tec: Adilson Galdino

Estádio: Anídio Haddad (Rio Preto, SP)

Árbitro: Daniel Bernardes Serrano

Hora: 14h

Motivo: Quartas de Final do Brasileiro Feminino (jogo de ida)

Publicidade
Publicidade