Quarta-feira, 24 de Abril de 2019
publicidade
Iranduba_Feminino_BE0FF041-8B1B-4598-8301-40511B4B976E.jpg
publicidade
publicidade

BRASILEIRÃO FEMININO

Para fugir da Zona de Rebaixamento, Iranduba enfrenta Vitória-BA nesta sexta (12)

Jogando em casa e com apenas 1 ponto, meninas do Hulk buscam vencer a primeira no Brasileirão


11/04/2019 às 21:36

Beirando a zona de rebaixamento, o Iranduba da Amazônia segue em busca da sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro Feminino Série A1. A oportunidade será contra o Vitória-BA, nesta sexta-feira (12), às 20h, no Estádio Ismael Benigno, a Colina, na Zona Oeste de Manaus

A equipe baiana está na vice-lanterna do torneio, com uma campanha de três derrotas, em três partidas disputadas. O Hulk da Amazônia vive uma má fase semelhante a do Vitória, já que a equipe conquistou apenas um ponto de nove disputados até aqui.

Em comparação ao ano passado, o alviverde irandubense em três partidas disputadas, venceu duas e empatou uma, totalizando sete pontos. Já em 2017, o aproveitamento nos primeiro jogos foi de 100%. 

Em caso de vitória, o Iranduba pode dar um salto da 12ª posição para a décima colocação, em uma combinação de resultados. Sabendo da situação crítica da equipe no torneio, o técnico Igor Cearense disse que o grupo precisa conquistar esses três pontos a todo custo, se quiser continuar sonhando com a classificação para a segunda fase.

“O grupo sabe que temos que melhorar muito e que precisamos pontuar urgentemente. Em nenhum momento passou pela nossa cabeça estar na zona de rebaixamento, mas estamos em uma situação que temos que ligar o alerta. Precisamos desses pontos para dar uma aliviada nessa pressão do campeonato e continuar pensando em classificação”, disse o técnico Igor Cearense.

publicidade

Para a partida contra o Vitória, Igor promete uma equipe mais ofensiva e por conta deste novo posicionamento tático, haverão mudanças na equipe, além de uma baixa por lesão.

“Eu já tenho a equipe praticamente definida. Para esta partida haverão mudanças nas titulares. Vamos jogar com o time mais ofensivo, queremos ter uma saída rápida nos contra-ataques. O único desfalque para a partida é a Jay, que sentiu o músculo posterior da perna e ainda não está em condições de jogo. Para o lugar dela, quem irá assumir a posição será a Giselinha, que vem se destacando quando teve oportunidade nas últimas partidas”, explicou o Igor Cearense.

Favorito à vitória sobre o Minas Icesp-DF, Igor explicou que a derrota para a equipe distrital por 1 a 0, foi o reflexo de um jogo que deve ser esquecido pelas jogadoras, onde a equipe não conseguiu encaixar os passes, mas que serve de aprendizado para a partida contra o Vitória-BA.

“A equipe que usei contra o Minas, foi a mesma que utilizei contra a Feroviária. O objetivo era que quando conseguíssemos roubar a bola, sairíamos em um contra-ataque rápido, triangulações rápidas pelas laterais. Tudo isso foi o que não encaixamos contra o Minas”, avaliou o técnico, que pontuou.

“Não conseguíamos acertar o último passe, o que quebrou toda a nossa estratégia de jogo. Esperamos que contra o Vitória-BA, que além de sair esse último passe bom, a gente consiga transformá-lo em gols, que nós também estamos precisando”, finalizou Igor.

publicidade
publicidade
Iranduba sofre, mas vence a primeira no Brasileirão Feminino diante do Vitória-BA
3B segura o Vitória-BA fora de casa e segue líder no Brasileirão da Série A2
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.