Quinta-feira, 27 de Junho de 2019
BAREZÃO

Iranduba enfrenta Princesa em jogo decisivo do Barezão nesta quarta-feira (3)

Hulk recebe o time de Manacapuru precisando vencer para escapar do rebaixamento e ainda tentar uma vaga nas semifinais do Estadual



IMG0017500149_6282490F-4808-466D-8B33-549EB776825E.JPG Iranduba soma apenas três vitórias no campeonato, mas uma delas foi justamente contra o Princesa. Foto: Antônio Lima
02/04/2019 às 21:28

Na última rodada da fase de grupos do segundo turno do Campeonato Amazonense, nenhum time entra em campo com um cenário tão imprevisível quanto o Iranduba. O clube entra em campo diante do Princesa do Solimões nesta quarta-feira (3), às 15h30, no estádio Carlos Zamith, no Coroado, com a possibilidade de entrar no G4 ou ser rebaixado.

Com 13 pontos somados em 13 rodadas, o time inicia a última rodada na vice-lanterna da classificação geral e precisa da vitória para ultrapassar o Rio Negro, que só joga amanhã. Além disso, os 3 pontos colocam o clube dentro da zona de classificação para a próxima fase do returno, entre os melhores times desta fase.

“O nosso grupo é de guerreiros batalhadores e vamos lutar até o final. Precisamos fazer o resultado na próxima partida tanto para tentar uma classificação, mas o mais importante agora é somar esses pontos para sairmos dessa zona de rebaixamento”, analisou Linno, zagueiro do Iranduba.

Mesmo que matematicamente a situação seja complicada, o Hulk tem boas lembranças do confronto diante do Tubarão. Mesmo somando apenas 3 vitórias durante toda a competição, uma delas foi justamente diante do adversário da ‘decisão’ desta quarta-feira.  No primeiro turno, o time venceu na casa do adversário por 3 a 1.  

Do outro lado, no entanto, o adversário chega à capital amazonense disposto a devolver o placar do primeiro turno para assegurar a segunda posição do segundo turno, posição que pode ser valiosa na busca pelo título dessa fase da competição. Mesmo podendo empatar para garantir a vice-liderança, a estratégia do time é manter o ritmo ofensivo e não recuar demais.

“A gente já tem uma padrão montado de jogo, de estratégia, de tática  e não temos porque mudar.  Nós vamos estar atentos defensivamente pela vantagem de jogar pelo empate,  mas não vamos deixar de atacar, mesmo   estando fora de casa e mesmo jogando pelo empate. Vamos jogar com todo respeito ao Iranduba para somar mais 3 pontos”, garantiu o zagueiro do time de Manacapuru, Pastor, que também reconhece o perigo de enfrentar um adversário que precisa vencer a qualquer custo para não cair.

“Vai ser um jogo muito difícil, jogo em que vamos ter que nos doar muito para conseguir o nosso objetivo dos três pontos, mas vamos entrar concentrados, respeitando o adversário e tentando impor a nossa forma de jogar”, completou o capitão do Princesa. 

Caso o Tubarão do Norte seja derrotado ainda pode manter a segunda posição do returno desde que o Nacional não vença o Rio Negro na quinta-feira (4),  justamente o jogo que também é decisivo para o Iranduba. 

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.