Publicidade
Esportes
FUTEBOL FEMININO

Time do Iranduba está otimista com a virada no Campeonato Brasileiro

As Guerreiras do Hulk viajaram na madrugada de hoje rumo à Santos onde decidem a vaga para a final do Brasileiro 07/07/2017 às 05:00
Show spo eq6118
(Foto: Euzivaldo Queiroz)
Camila Leonel Manaus (AM)

O Iranduba viajou na madrugada desta sexta-feira (7) para Santos, onde enfrenta as “Sereias da Vila” às 20h deste sábado, na Vila Belmiro. Para chegar a uma final inédita, a equipe precisa vencer fora de casa por dois gols de diferença, feito que seria um presente para a volante Drielly, que fez aniversário quinta (6), no dia do último treino antes da viagem.

“Ah sim... seria um presentão. O melhor presente”, disse a jogadora que ganhou os parabéns das companheiras de time.

Após as felicitações, o treinador Sérgio Duarte fez um rachão em campo reduzido e em seguida, o time treinou bolas paradas. A lista de jogadoras relacionadas saiu na noite de quarta e 17 jogadoras viajaram. Djeni e Kamilla, que estavam com a seleção brasileira encontrarão o restante do grupo em São Paulo.

Estratégias

Apesar da derrota em Manaus, Drielly, que marcou dois gols no Brasileirão, confia em uma virada que colocaria o time amazonense na decisão. “Sim, dá para reverter. Se fizermos um gol no primeiro tempo e um no segundo tempo. podemos buscar. O time delas é um time forte, experiente e as meninas sabem jogar. Nós temos que ir para cima e não deixar espaço porque se elas fizerem um gol aí complica”, explicou.

E para não deixar espaço, Drielly fala que é preciso ter atenção. Nos três jogos que fez na segunda fase, o Iranduba abriu o placar, mas acabou levando gols, cedendo o empate, nos jogos contra o Flamengo, e a virada, na partida contra o Santos.

“Não podemos acomodar. Temos que ficar atenta o tempo todo. O time tem que ter um pouco mais de  malícia, segurar um pouco mais a bola, rodar o jogo, porque às vezes ficamos naquela de atacar e atacar e estamos sofrendo os gols sempre no finalzinho”, analisou.

Mas vencer o Santos não é tarefa fácil. No seu reduto, as Sereias estão invictas. As duas derrotas que sofreram durante a competição foram fora de casa. A favor do Hulk, o técnico Sérgio Duarte acredita na força que o time apresentou mesmo jogando fora.  “O Iranduba é  muito forte tanto dentro de casa quanto fora e o exemplo disso é a campanha que as jogadoras realizaram ao longo desse campeonato. O Iranduba tem que ir à Vila jogar contra o Santos e fazer o que vem fazendo ao longo do campeonato”, explicou.

Na primeira fase, o time sofreu apenas uma derrota e empatou com o Flamengo, no Rio de Janeiro. Números que aumentam o otimismo de Duarte. “A gente vai lá e sabe que essa semifinal está longe de estar definida e sabemos que temos potencial e qualidade para reverter esse quadro”, finalizou.

Publicidade
Publicidade