Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
publicidade
WhatsApp_Image_2019-04-12_at_20.28.42_DC679BCB-007A-4A16-B9B9-DAEA785C1565.jpeg
publicidade
publicidade

ALÍVIO

Iranduba sofre, mas vence a primeira no Brasileirão Feminino diante do Vitória-BA

O próximo confronto do Hulk será contra o São José-SP, no interior de São Paulo, no próximo dia 21


12/04/2019 às 22:48

Com um placar apertado, o Iranduba consegue sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro Feminino. O Hulk venceu por 1 a 0 o Vitória-BA, na noite desta sexta-feira (12), no Estádio Ismael Benigno, a Colina. O único gol foi marcado pela ponta-esquerda, Gisele.

O próximo confronto do alviverde irandubense será contra o São José-SP, na cidade de São José dos Campos, no dia 21.

Autora do gol salvador, Gisele acredita que esses três pontos foram de suma importância para a equipe, principalmente para aliviar a pressão de não conseguir uma vitória no torneio.

"O importante era a vitória hoje. Vivíamos uma pressão por não conseguir isso, mas sabíamos que era só ter paciência que a bola iria entrar. Nossa equipe ainda está em processo de adaptação, com meninas novas e isso requer um pouco de tempo.  Então esperamos continuar sempre buscando os resultados positivos a partir de hoje", completou a jogadora.

Problema que vem assombrando a equipe irandubense desde o ano passado, a ansiedade continua dentro de campo, segundo o treinador Igor Cearense. Mas confessa que hoje foi a melhor partida do Hulk.

"O que tem nos atrapalhado é a ansiedade. Eu tenho conversado bastante com elas, passando um pouco de tranquilidade e pedindo mais posse de bola. Mas esse foi o nosso melhor jogo, destes quatro jogos. Tivemos um volume de jogo muito grande, criamos muitas oportunidades, que se tivessem tido mais tranquilidade na hora da finalização, a vitória teria sido de goleada", disse Igor.

O jogo

Nos primeiros minutos de partida, o Iranduba ficou com a maior posse de bola, mas não conseguia acertar o último passe. Com dificuldades de invadir a área baiana, o Iranduba começou a arriscar de fora. A melhor chance foi com a meia Mayara, que chutou na entrada da área e a bola saiu tirando tinta do travessão, aos 11 minutos.

Aos 17, o Hulk teve mais uma chance de abrir o placar. Amanda Brunner lançou Giselinha na área, a ponta esquerda ficou cara a cara com a goleira, mas tropeçou no próprio pé e perdeu a chance de abrir o marcador.

Dois minutos depois, mais alviverde irandubense. Monalisa cruzou da direta e, de peixinho, Amanda Brunner apareceu na esquerda e cabeceou para a grande defesa, de mão trocada, da goleira Maryana, salvando o Vitória-BA.

O leão baiano respondeu aos 27 minutos de jogo. Roqueline invadiu a área pela esquerda e cruzou para o meio, mas a bola passa por todo mundo. Na sequência da jogada, mais um cruzamento, desta vez pela direita, mas a zaga do Iranduba consegue afastar o perigo. 

O jogo então ficou disputado no meio de campo, com erros de passe para os dois lados, até o fim de primeiro tempo.

Na volta do intervalo, o Vitória é quem fica com a maior posse de bola e com a marcação alta, pressionou a saída de bola do Hulk. O Iranduba consegue ter outra chance de ficar a frente do placar aos três mimutos. Amanda Brunner recebeu sozinha dentro da área, mas a atacante não conseguiu fazer o domínio da bola e a zaga afastou a bola.

Mas o Iranduba aos sete minutos, conseguiu enfim, fazer o gol. Giselinha tocou para Djeni na área, a volante tentou o chute, mas a bola resvalou na defesa. Na sobra, Amanda Brunner domina a bola no peito e tenta o passe, a bola resvala na zaga e sobra para Giselinha, que dessa vez, não disperdiçou e marcou 1 a 0.

Aos 17 minutos quase sai o segundo. Gisele puxou um contra ataque e lançou a atacante Brenda, que domina dentro da área e finalizou, para mais uma bela defesa de Maryana.

A partida fica disputada, com as duas equipes matando as jogadas com faltas. Atrás do placar, o rubro-negro baiano volta a ter a maior posse de bola e faz chover na área irandubense, que só se defende e tenta aproveitar as brechas da defesa no contra-ataque.

Em um deles, o Hulk conseguiu uma boa oportunidade, aos 36 minutos do segundo tempo. Deise avançou pela esquerda e cruzou procurando Elisa, que chegou de carrinho, mas colocou para fora.

O Vitória voltou a chuveirar na área do Iranduba, que recuou e tentou segurar a vantagem de um gol até o fim do jogo.


FICHA TÉCNICA

Iranduba: Quezia, Monalisa, Antônia, Renata Costa, Gisele (Deisi), Sinara, Djeni, Rnicon, Mayara (Brenda), Andressinha e Amanda Brunner (Elisa).

Vitória-BA: Maryana, Isabela, Tainara, Rute, Ana Paula (Bárbara), Bruna (Raquel), Vitória (Gadu), Roqueline, Tatiele, Itacaré e Ronaldinha.

Público Presente: 137
Renda: R$1.300,00

publicidade
publicidade
Mortes violentas no Amazonas diminuíram 5% no 1º trimestre, diz SSP
Casal é preso por roubar celular e R$ 490 de avós de 80 e 72 anos em Iranduba
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.