Publicidade
Esportes
FEMININO

Iranduba vence Colo-Colo nos pênaltis e garante terceiro lugar na Libertadores

Nos pênaltis, Camilinha e Ludimila fizeram 2 a 0, o que garantiu o posto de terceiro melhor time da América ao time amazonense 02/12/2018 às 19:04 - Atualizado em 02/12/2018 às 23:09
Show iranduba f912025c 27f6 4ef9 ab5c 0db961d50769
Foto: Jair Araújo
Camila Leonel Manaus (AM)

Em sua primeira participação na Libertadores Feminina, o Iranduba conquistou o terceiro lugar na noite deste domingo (2) em jogo na Arena da Amazônia. Após empatar em 1 a 1 com o Colo-Colo, a decisão foi para os pênaltis. A goleira Rubi, que entrou no fim do jogo, defendeu três pênaltis e ainda contou com a bola na trave de Quesada. Camilinha e Ludmila fizeram 2 a 0, que deu o posto de terceiro melhor time da América ao time amazonense.

O Iranduba tinha mais posse de bola, chegava mais perto da área do Colo-Colo, mas chance efetiva de gol não tinha. Se as ações pertenciam ao Hulk, a reação ficava por conta do time chileno, que tentava chegar através dos contra-ataques. Em alguns momentos, o Colo-Colo chegou a ficar todo recuado em seu campo de defesa. Isso forçava o time a tentar de longe. Antônia tentou, mas a bola passou ao lado do gol. Aos 33, Djeni lançou para Monalisa, que estava na pequena área. A lateral direita mandou a bola ao lado do gol. Raquel tentou um passe mais curto para Ludmila, mas a atacante furou.

O Colo-Colo tentou contra atacar com Torres, que partiu em velocidade, mas sem ninguém por perto, a camisa 14 foi facilmente travada pela defesa.

O time do Iranduba encontrava problemas para finalizar e aos 38 arrumou um problema a mais quando Raquel foi expulsa por levar o segundo amarelo, porém aos 42, Djenifer Becker tratou de deixar as coisas menos difíceis. Ao receber passe de Andressinha, a capitã chutou de fora da área e ainda contou com a colaboração da goleira Castro Vivas pra abrir o placar.

O segundo tempo se manteve tão morno quanto à primeira etapa, porém conforme o tempo passava, o Colo-Colo começava a gostar da partida. As Albitas quase empataram aos 14 minutos quando Mayara afastou mal uma bola e Hidalgo saiu tocando bola para Huenteo. A camisa 19 lançou para Balmaceda e Maike se adiantou para tirar na pequena área. Porém aos 16, Huenteo cobrou falta e Quintero veio de trás, no segundo pau para deixar tudo igual.

A partir do gol, o Colo-Colo diminuiu o ritmo no ataque e o Iranduba foi para cima afim de escapar da decisão por penalidades. Cris chutou de longe e a goleira colocou para fora. Djeni cobrou escanteio fechado, Jujuba cabeceou para fora. Djeni tentou novamente após passe em profundidade de Mayara, mas a goleira foi mais rápida. Camilinha recebeu cruzamento e chutou sem ângulo. A bola passou por cima do gol.

Se preparando para as penalidades, a última alteração foi Rubi entrando no lugar de Maike. A substituição parecia selar o destino da decisão de terceiro lugar.

Quintero abriu a série para o Colo-Colo e Rubi defendeu. No Hulk Camilinha foi a primeira a bater e com categoria abriu o placar. 1 a 0 Iranduba. Donoso cobrou e Rubi catou mais um. Cris carimbou o travessão. Quando Rubi errou o lado, a bola de Quesada foi na trave e saiu. Ludmila cobrou com frieza e fez 2 a 0. Torres errou e o Hulk garantiu o terceiro lugar.

Ficha Técnica                                                                                                                                                                             

Colo-Colo: Castro Vivas, Rodriguez, Pino, Quintero, Donoso, Balmaceda (Quesada), Ascanio, Riquelme (Alfaro), Torres,Hidalgo e Huenteo. Tec: Carlos Alberto Veliz

Iranduba:  Maike (Rubi), Monalisa (Sinara), Jujuba, Antônia, Barrinha, Cris, Djeni, Andresinha (Camilinha), Mayara, Raquel e Ludmila. Tec: Igor Cearense

Estádio: Arena da Amazônia 

Horário: 16h30 

Motivo: Decisão de 3° lugar da Libertadores Feminina 

Árbitra: Yercinia Correa   

Gols: Iranduba: Djeni, aos 42 do 1°T; Colo-Colo: Quintero, aos 15 do 2°T

Publicidade
Publicidade