Terça-feira, 03 de Agosto de 2021
Feijoada beneficente

Irmãos dedicados a projeto de jiu-jitsu organizam feijoada beneficente para sua expansão

Atualmente, o projeto atende 20 crianças e o local em que as aulas acontecem já está pequeno, o objetivo é construir a Escolinha de Jiu-Jitsu Novo Horizonte



aaa75e9a-b63a-4d42-94eb-58f873864ad2_4520ED67-CA72-4C16-8EA8-6DB20BFBD3D9.jpg Foto: Divulgação
25/06/2021 às 08:07

Os irmãos Moisés Alexandre e Lauro de Sousa Dias criaram em 2018 um projeto de jiu-jitsu voltado a crianças carentes que moram na comunidade onde eles cresceram, o professor de Moisés, Mário Barbosa, também participa. O projeto deu tão certo que cresceu e hoje é preciso ampliar o espaço onde acontecem as aulas. Com o objetivo de começar a juntar dinheiro para a obra do novo local, nesse sábado (26), a partir das 12h, será promovida uma feijoada beneficente no valor de 10 reais.

A meta é vender os 200 bilhetes, pois a construção é algo muito custoso.



“O custo da construção do local é muito elevado, para ter uma ideia um pedreiro cobrou da gente 5.500 reais só de mão de obra. Tem um amigo nosso, o vereador Allan Campelo, que também vai nos ajudar no projeto”, explicou.

O projeto conta com 20 crianças, de idade entre 7 e 15, que participam. A meta agora é construir um espaço especialmente para expandir o projeto: a Escolinha de Jiu-Jitsu Novo Horizonte.

“Eu e meu irmão crescemos em uma comunidade carente. Nunca nos faltou nada graças a Deus, mas para muitas pessoas lá sim. Desde cedo nós procuramos o jiu-jitsu e sempre priorizamos o esporte, alguns de nossos amigos de infância infelizmente procuraram outros caminhos e muitos deles ou estão presos ou morreram. Então decidimos há um tempo atrás tentar de alguma forma ajudar as crianças da nossa comunidade através do esporte. Só cobramos que estejam estudando e que tirem boas notas na escola”, contou Moisés, que começou a ensinar crianças em um local cedido pela mãe.

“No início começamos no pátio da casa de nossa mãe, só que não esperávamos que tantas crianças viessem e o local acabou ficando muito pequeno. Então, decidimos que precisamos de um espaço maior para que possamos atender a todos da melhor forma. É necessário, já que ali é uma área vermelha e as crianças acabam convivendo com isso diariamente, é uma forma que achamos de ajudar nossas crianças”.

Dos três, Lauro é quem tem uma agenda mais flexível para dar as aulas e acaba sendo o professor principal, o irmão e Mário ajudam. Ele expôs também um pouco da história do projeto.“Há muito tempo tínhamos esse sonho para tirar a criançada das ruas, tentar mostrar para elas que estar fazendo um esporte é bem melhor que ficar na rua aprendendo o que não é bom. Muita gente perguntava quando iríamos começar a dar aula pois queriam colocar os filhos para treinar conosco”.

Foi o fechamento do empreendimento de um conhecido que proporcionou a compra dos primeiros materiais. “Daí um colega ia fechar a academia dele e perguntou se nós não queríamos comprar os blocos de tatames dele, falei com o Moisés e compramos, usei o dinheiro todo das minhas férias, quase a mulher me mata. Começamos com dois alunos, quando vimos já tinha uma quantidade que não dava mais no pátio lá de casa”, disse.

Nesse momento as aulas estão pausadas, mas quando o projeto está em atividade elas acontecem de segunda a sexta-feira, das 19h às 20h30.

Serviço

O que: Feijoada beneficente em prol da construção da Escolinha de Jiu-Jitsu Novo Horizonte
Quando: Sábado (26), a partir das 12h
Onde: Rua Rei Artur, nº 14/A, Conjunto Novo Horizonte, Comunidade Jacarezinho, Parque 10, Zona Centro-Sul de Manaus
Quanto: 10 reais

Alice Pereira
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.