Publicidade
Esportes
Craque

‘Isso é um esporte e não uma rinha de galo’, diz José Aldo sobre recusa para enfrentar McGregor

O lutador amazonense contou que algumas pessoas não souberam interpretar suas declarações e que o UFC se trata de um esporte 27/02/2016 às 12:27
Show 1
José Aldo disse que não recebeu um convite para enfrentar MCGregor
Camila Leonel Manaus (AM)

Desde o mês de dezembro do ano passado, surgiram diversas polêmicas envolvendo o UFC e José Aldo. Em Manaus, para o jogo beneficente que acontece neste sábado (27), na Arena da Amazônia, ele comentou sobre o que vem acontecendo na sua carreira desde que perdeu o cinturão.

Dana White, que a princípio negou uma revanche do amazonense contra McGregor, tentou promover um reencontro entre Scarface e o Notorious, porém, a proposta não foi aceita. A polêmica ficou maior porque semanas antes, José Aldo postou numa rede social dizendo que lutaria com o irlandês em qualquer lugar, mas Aldo explicou que o UFC se trata de um esporte e não de uma “rinha”.

“Eu acho que uma pessoa qualquer, inteligente, sábia sabe identificar o que eu falei. Agora, lógico que tem muitos burros, desculpa a expressão, mas é uma pessoa burra, eu acho, que não entende o que a gente falou. Acho que a gente está tratando de um esporte e não uma rinha de galo que eu vou chegar lá, vou lutar querendo me vingar qualquer coisa. Isso é um esporte. O que eu falei que eu aceitaria, como qualquer lutador aceita. Com preparo que você tem que treinar, chegar lá dentro e fazer seu máximo. Isso o que eu falei, não que eu iria lutar com ele qualquer hora sem avisar”, explicou.

Conor Mcgregor iria lutar contra Rafael dos Anjos, brasileiro campeão dos pesos leves, e o compatriota  disse que iria vingar o amazonense, mas José Aldo disse que nunca viu essa luta como uma vingança.

“Não existe vingança eu acho que ele tem que lutar por ele e eu sou o outro. A minha vda não vai mudar por causa disso. Ele tem que fazer a carreira dele e eu fazer a minha. Então não digo que ele vai me vingar. Eu nem penso nisso. Eu nem falei com ele ainda. Acho que cada um tem que fazer o seu e assim a gente vai junto”, comentou.

Propostas e próxima luta
A aguardada luta entre Rafael dos Anjos e Conor McGregor estava marcada para o dia 5 de março, porém na terça-feira (23), chegou o anúncio de que o brasileiro sofrera uma lesão e não poderia entrar no octógono. Logo começou a ser ventilado o nome do amazonense, mas José Aldo revelou que a proposta não chegou diretamente até ele.

“Então, não tive proposta nenhuma até porque o Dedé já cortou antes de qualquer coisa. Não recebi um convite. Então ficou na mão do Dedé, e o Dedé já sabe o que fazer e fez da melhor maneira possível”, disse.

Quanto à próximas lutas, José Aldo disse que está aguardando alguma proposta surgir por parte do presidente do UFC e isso só deve acontecer depois do dia 5 de março.

“Eu passei um mês ligando para o Dana, esperando a ligação dele  e ele falou que só queria saber de luta depois do dia 5 de março. Enquanto isso, eu tô tranquilo, organizando esse evento de futebol (amistoso deste sábado) e nisso eu vou ganhar muito mais do que ficar pensando no Dana e em pessoas leigas, sem noção nenhum e fica falando asneira sem saber nem o teor nem o conteúdo da história”, finalizou.

Publicidade
Publicidade