Quarta-feira, 17 de Julho de 2019
Craque

‘Já era esperado’: Zico diz não se surpreender com eleição de Infantino para o comando da Fifa

Após chegar em Manaus para jogo entre “Amigos do Aldo” x “Amigos do Pizzonia”, “Galinho” concedeu uma entrevista exclusiva ao CRAQUE



1.jpg Zico falou sobre a eleição da Fifa e outro assuntos com o CRAQUE.
27/02/2016 às 13:12

De passagem por Manaus para prestigiar o jogo solidário deste sábado (27), entre os “Amigos do José Aldo” x “Amigos do Antônio Pizzonia”, Arthur Antunes Coimbra, o “Zico”, falou com exclusidade ao CRAQUE.

Galinho de Quintino” disse que não se surpreendeu com a vitória de Gianni Infantino para o cargo mais importante do futebol mundial, o de presidente da Fifa. Zico, que completa 63 anos na próxima semana, confirmou que com a saída do francês Michel Platini, envolvido em escândalo de corrupção junto ao ex-presidente Joseph Blatter, o caminho para a eleição de outro suiço, Infantino, ficou livre. E que isso apenas mostra o poder que Platini tinha na Europa. 

“Acompanhei (eleição), mas já era esperado. Acho que é uma oportunidade de ouro que cai pro Infantino. Porque isso mostra a força que tava o Platini para ser o eleito e caiu no colo do Infantino. É a força do futebol europeu, mas uma vez. Acho que a América do Sul, principalmente, precisa se cuidar, porque o poder hoje está todo concentrado lá na Europa”.

Zico é uma das estrelas do jogo beneficente deste sábado na Arena da Amazônia, na Zona Centro-Oeste de Manaus, que reune ídolos do esporte, artistas e celebridades com o intuito de ajudar pessoas carentes.

O eterno camisa 10 da Gávea também falou sobre Neymar, Seleção Brasileira, Manaus Olímpica e CBF, mas tudo isso o leitor de ACritica vai poder conferir na edição especial desta segunda-feira (29) nas melhores bancas da cidade.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.