Publicidade
Esportes
Não tem pra onde correr!

Jacaré e a expectativa pela disputa do cinturão dos médios

A fera fala grosso e cobra sua chance de disputar o título dos médios na organização mais poderosa do MMA internacional 23/06/2016 às 15:02 - Atualizado em 23/06/2016 às 15:07
Show jacar
Jacaré credenciou-se a disputar o cinturão ao vencer Vitor Belfort (Foto: Antônio Lima)
Thaissa Cordeiro Manaus (AM)

O lutador de MMA Ronaldo Jacaré esteve em Manaus para participar do Revezamento da Tocha Olímpica, no último domingo (19), e se disse surpreso com a recepção do povo amazonense no evento. Em sua passagem pela cidade, o peso médio do UFC falou com o CRAQUE que quer lutar pelo cinturão da categoria, que atualmente está com o inglês Michael Bisping.

Revezamento

No revezamento da tocha olímpica  Jacaré causou um grande alvoroço quando chegou ao Anfiteatro da Ponta Negra conduzindo a tocha olímpica. A fera do octógono se emocionou e disse que não esperava tanto carinho do povo. “Foi bem agitado. Eu fiquei bastante emocionado quando recebi a oportunidade de conduzir a tocha, a chama olímpica. E o que mais me impressionou foi o público, a vibração enorme ali. Realmente o nosso Estado respira esporte; eles realmente nos apóiam”, declarou.

UFC

Jacaré venceu sem dificuldades Victor Belfort no UFC 198, realizado no dia 14 de maio, exatos dois dias depois da vitória, o norte-americano, Chris Weidman que lutaria contra Luke Hockhold na disputa do cinturão, se machucou. Muitas pessoas gostariam que Ronaldo  fosse o substituto, mas por conta de uma cirurgia no menisco, quem entrou foi Michael Bisping, tornando-se o novo campeão.

“Primeiramente a gente não deve desacreditar de nenhum atleta, de nenhuma pessoa, de nenhum ser humano, porque ninguém sabe o que outro pode ser capaz de fazer e o Rockhold, que na época era o campeão, desacreditou do Bisping, e ele sofreu, ele pagou por isso, perdeu o cinturão, foi nocauteado”,  avalia. Menosprezar o adversário é um erro que Jacaré não pretende repetir. “Antes eu tinha falado que o Bisping era um grande atleta, que a UFC não tinha luta fácil”, destaca.

Cinturão

Questionado sobre uma luta pelo cinturão, Jacaré deixa claro que chegou a sua hora. “Eu não tenho que ficar pedindo, eu tenho que exigir porque eu mereço”. O lutador afirma que está pronto para encarar  Bisping. “Não sou cara de falar ‘me dê a chance de lutar pelo cinturão’, não me dê a chance por carinho nenhum. Eu fui lá, meti a porrada e ganhei a minha chance”,  disse Jacaré, que só espera o contato do UFC para saber onde e quando vai lutar contra Bisping.

Publicidade
Publicidade