Sábado, 20 de Julho de 2019
Craque

Jacaré faz sua estreia no UFC neste sábado (18)

Uma vitória na estreia além de consolidá-lo na organização, vai colocá-lo no “top five” do Ultimate



1.gif Lutador bateu o peso com certa facilidade e está pronto pra guerra
18/05/2013 às 10:24

A expectativa pela estreia de Ronaldo Jacaré, 33, no UFC on FX 8, neste sábado (18), diante de Chris Camozzi, 26, está até mesmo ofuscando a luta principal do evento entre o veterano Vitor Belfort, 36, contra o jovem Luke Rockhold, de 28 anos.

Dono de um jiu-jitsu consolidado com um dos mais eficientes do mundo, Jaca evoluiu bastante em outras frentes, como o boxe, o muay thai, o wrestling, o que lhe confere bagagem entre os médios (entre 77 e 84 quilos), uma das categorias mais qualificadas da organização.  

Atualmente, Jacaré está na 8ª posição do ranking da categoria. Uma vitória na estreia além de consolidá-lo na organização, vai colocá-lo no “top five” do Ultimate, com moral para desafiar os “linhas de frente”, como o próprio Belfort, segundo da lista. Anderson Silva, até então imbatível entre os médios, seria um plano mais distante, mas não impossível. “Não escolho adversários. Trabalho para ser o melhor da categoria. Mas meu foco hoje é Chis Camozzi, um lutador muito duro, completo”, afirmou Jaca, por telefone e com exclusividade ao CRAQUE, do quarto do hotel Bourbon, em Joinville (SC) a 50 minutos de Jaraguá do Sul, onde acontecerá o show de lutas. “Estou um pouco ansioso por essa estreia, mas a idade vai te deixando mais tranquilo em relação a isso. espero fazer uma grande luta e dar um sohw para os meus fãs”, revelou o faixa-preta de jiu-jitsu, que perdeu nove quilos para bater o peso máximo exigido para um peso médio. “A gente fica meio estressado com essa questão de perder peso. Meu peso do dia a dia é 93 quilos). Mas faz parte do trabalho. Tenho que fazer”.

Jacaré diz que o caminho da vitória é tentar levar o adversários para o chão e trabalhar seu jiu-jitsu, onde ele acha que é superior. “Mas a luta começa em pé. Vamos ver o que acontece. quem derrubar primeiro leva vantagem. Levanto as mãos para o céu e agradeço essa oportunidade. Vai ser uma boa luta”.

Chris: “será uma guerra”

Chris Camozzi sabe que está diante da principal luta da sua carreira. “Será uma guerra”, disse o norte-americano, que vem de quatro vitórias, duas por decisão dos árbitros, uma finalização e um nocaute. Jacaré vem de três vitórias, duas por finalização, um nocaute e uma derrota.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.