Terça-feira, 13 de Abril de 2021
De Virada

JC bate Iranduba de virada e conquista primeira vitória no Barezão

Após sair perdendo por 2 a 0, Tigre do Norte conseguiu reverter o placar e registrar seu primeiro triunfo na história do Barezão



WhatsApp_Image_2021-04-01_at_17.54.50_9BCD97A2-206A-461C-9660-664C22848980.jpeg Foto: João Normando/FAF
01/04/2021 às 18:12

Na véspera da sexta-feira santa e final de semana de páscoa, quem ganhou o ‘doce’ foi a equipe do JC. Pois na tarde desta quinta-feira (1), no estádio Ismael Benigno, a Colina, o Tigre do Norte conseguiu reverter um placar de 2 a 0, ao bater a equipe do Iranduba por 3 a 2, pela 6ª rodada do Campeonato Amazonense. 

Com gols de Wagner Balotelli, Rosivaldo e Paulo Pontes, a equipe do técnico Paulo Morgado chegou aos cinco pontos e subiu para a 7ª posição do certame. Do lado alviverde, Geraldo e Sávio fizeram no primeiro tempo, mas não foi o suficiente para evitar a quarta derrota seguida no Estadual.



Na sequência, no dia 5 de abril (segunda-feira), o JC volta à Itacoatiara para encarar o Princesa, no estádio Floro de Mendonça, pela 7ª rodada do Barezão. Já o Iranduba tentará conquistar seus primeiros pontos quando enfrentar o São Raimundo no domingo (4), às 15h30, no estádio Carlos Zamith, localizado na Zona Leste da capital.

Primeiro tempo

Com os dois times vindo bem diferentes em comparação aos seus últimos jogos, o que se viu logo de cara foram oportunidades na bola parada sendo exploradas por ambas as equipes. O Iranduba teve uma chance na cobrança de falta e, logo em seguida, o JC respondeu também no mesmo recurso, mas nada que preocupassem os goleiros Marcus do Hulk e João Albano do Tigre. 

Aos 5, o centroavante Geraldo recebeu na entrada da área, finalizou com força e quase abriu o placar para o Hulk da Amazônia. Na sequência, de novo na bola parada, o JC chegou com cobrança de falta do zagueiro Paulo Pontes, que chutou de longe, mas a bola saiu sem direção por cima da meta do Iranduba.

O JC passou a incomodar a meta de Marcus. Aos 9, após cruzamento de Raphael, Wagner Balotelli apareceu nas costas da defesa dentro da área, mas pegou mal e acabou desperdiçando a chance. E em uma descida de contra-ataque, aos 10, o lateral Índio invadiu pelo centro do campo, tocou na linha de fundo pelo lado direito para Sávio, que achou Geraldo dentro da área e o centroavante, que é o artilheiro do Hulk na temporada, não desperdiçou, abrindo o placar na Colina. 

A situação do Iranduba ficou melhor ainda aos 22, quando em cobrança de pênalti, Savio deslocou Albano para o canto direito e ampliou o marcador. 

O jogo perdeu intensidade após o segundo gol e o JC era o que mais tentava, mas de uma forma não tão organizada, chegar ao ataque. Aos 32, João Marcos tentou na bola parada - marca registrada do primeiro tempo - colocar na área, Jeferson Negueba testou sem muita força e a bola saiu pelo lado direito do gol. E após conseguir impor alguns minutos de blitz, o JC finalmente chegou ao primeiro gol. Aos 43, Jeferson Negueba escora de cabeça dentro da grande área para Wagner Balotelli, que mesmo com a marcação do zagueiro, conseguiu triscar e vencer o goleiro Marcus.

Segundo tempo

Logo no primeiro lance de ataque na volta do intervalo, o lateral Rapahel recebeu em velocidade pelo lado direito, cruzou rasteiro no segundo pau e encontrou o atacante Rosivaldo, na boa, para marcar o gol de empate para o JC. Com mais confiança, o time de Itacoatiara partiu pra cima e, aos 5, quase fez o terceiro. Negueba tocou para Fidelis na esquerda, que chutou com força, mas a bola saiu pelo lado direito de Marcus.

Com as melhores oportunidades quando subia o ataque, o JC seguiu desperdiçando chances. Aos 15, Eldem Na Praia cobrou escanteio, a bola foi parar na marca do pênalti, na altura de Wagner Balotelli, que testou mal e a bola saiu pelo lado direito do gol. Aos 17, o próprio Na Praia recebeu na entrada da área, finalizou no centro do gol, mas Marcus conseguiu espalmar e afastar o perigo. 

Perto dos 20 minutos, finalmente o Iranduba ‘acordou’ para o segundo tempo. Rigson entortou Paulo Pontes pelo lado esquerdo, invadiu a área e chutou, João Albano fez grande defesa, a bola sobrou para Geraldo, que finalizou, mas o goleirão do Tigre do Norte se jogou para fazer outra grande defesa e evitar o terceiro gol do Hulk.

Com o jogo mais aberto, teve espaço até para lances mais plásticos. Ao 21, Raphael cruzou pelo lado direito, Diego Vitor tentou aplicar uma bicicleta e a bola passou perto do gol, assustando o goleiro Marcus. Aos 29, Geraldo recebeu pelo lado direito do ataque, chutou cruzado e Albano espalmou para escanteio.

O iluminado

Com o Iranduba partindo para cima e encontrando os espaços, o JC passou por muitos apuros. Na parte final do jogo, o atacante Rigson, do Iranduba, partiu pelo lado esquerdo do ataque, chutou no canto direito de Albano, que pulou certo, sem dar rebote. Em rápida resposta do JC, José cruzou no segundo pau, Diego Vitor testou com força e a bola beijou a trave e depois foi para fora. Aos 36, a estrela de Albano brilha outra vez. Geraldo conseguiu ficar frente a frente com o goleiro do Tigre, chutou sem muita força, o suficiente para Albano pegar mais um e evitar o terceiro gol do Hulk.

Pé na forma, Geraldo

Aos 41, após cruzamento para dentro da área, Geraldo ficou de cara com Albano outra vez, mas desta vez, o centroavante acabou chutando por cima, desperdiçando mais uma chance clara de gol.

O castigo

Existe aquela máxima no futebol repetida a cada 10 de 10 comentaristas de futebol: quem não faz... Pois bem, José que entrará no lugar de Raphael pelo lado direito, avançou ao ataque, cruzou no segundo pau e o zagueirão Paulo Pontes, dentro da área, livre, cabeceou para o fundo da rede, sem chance para o goleiro Marcus e dando números finais no estádio Ismael Benigno.

Ficha Técnica

Iranduba 2 x 3 JC FC (6ª rodada do Barezão 2021)
Local: Ismael Benigno (Colina)
Data: 1 de abril de 2021, quinta-feira
Horário: 15h30

Árbitro: Freddy Rafael Lopes Fernandez

Gols: Geraldo (10’, 1ºT) e Savio (23’, 1ºT) - (ECI); Wagner Balotelli (43’, 1ºT), Rosivaldo (00’ 2ºT) e Paulo Pontes (43’, 2ºT) - (JCFC)
Cartões amarelos: Garrido e Geraldo - (ECI); Jean - (JCFC)
Cartão vermelho: 

Iranduba: Marcus; Índio, Garrido, Douglas (Wesley) e Matheus; João Victor, Samuel e Sávio (Rigson); Gabriel Ceará (Manjuba), Nathan (Paraíba) e Geraldo
Técnico: Gabriel Moura

JC FC: João Albano; Raphael (José), Paulo Pontes, Henrique Mumu e Fidelis (Diego Vitor); João Marcos (Eldem Na Praia), Cristian e Jeferson Negueba; Jean Batista, Rosivaldo (Alex Silva) e Wagner Balotelli
Técnico: Paulo Morgado

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.