Publicidade
Esportes
Copa Norte

Jéssica Santos (AM) e Wendel Cruz (PA) se destacam e vencem Copa Norte de Triathlon

Essa é a segunda vez consecutiva que Jéssica Santos, 30, fatura a Copa Norte. Ano passado, a jovem venceu após encerrar a prova em 1h06min07seg 22/05/2017 às 09:21
Show  asl8393
O triatleta Wendel Cruz foi o grande campeão da Copa Norte, com a contribuição de sua excelente natação. (Foto: Antônio Lima e Mauro Neto/Sejel)
acritica.com Manaus (AM)

Embalados pelo espírito de superação, 170 guerreiros encararam nas primeiras horas da manhã deste sábado, dia 20, na Ponta Negra, a Copa Norte Triathlon, que apresentou a dura missão de 750m de natação, 20km de bicicleta e 5km de corrida. Pela Elite, os nomes que ecoaram como os primeiros a cruzar a linha de chegada foram da representante amazonense, Jéssica Natalia dos Santos, e do atleta paraense Wendel Cruz. O evento recebeu apoio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Essa é a segunda vez consecutiva que Jéssica Santos, 30, fatura a Copa Norte. Ano passado, a jovem venceu após encerrar a prova em 1h06min07seg. Desta vez, o primeiro lugar veio em 1h08min51seg, sob forte sol que fazia no complexo esportivo. Na natação ela foi a quarta a sair, mas recuperou bem e na corrida abriu vantagem de um minuto e trinta segundos e sobrou no restante do trajeto. Agora, o próximo objetivo da atleta é participar do Amazônia Endurance, que acontece dia 25 de junho, no Pará.

Jéssica Santos obteve mais uma vitória na sua longa jornada no triathlon. (Foto: Antônio Lima/Mauro Neto/Sejel)

“Saí alguns segundos atrás na natação e na transição fui chegando nos meninos. No ciclismo eu disparei junto com a Bianca, mas consegui pegar vácuo e a Bianca começou a ficar para trás. Logo depois, ganhei distância e vantagem na corrida. Então, quer dizer, foi apertado, foi difícil, e na corrida eu sabia que não poderia exagerar, mas tentei dar o máximo de distância e aumentei o ritmo. No final, considerei uma ótima prova e a ideia é sempre participar de competições assim e melhorando”, disse Jessica.

No esporte há dois anos, Wendel Cruz, 19, também se deu bem ao disputar pela primeira vez a Copa Norte. O triatleta, que é filho de um dos nadadores mais importantes do Pará, Jorge Cruz, levou a medalha dourada depois de cravar 01h03min08seg. A conquista do paraense foi celebrada com muita emoção, uma vez que o jovem além de ter que superar os adversários, teve que encarar uma lesão no ombro direito, adquirida há duas semanas.

“Venho quase todo ano para cá, mas é minha primeira Copa Norte e estou muito feliz, pois esta prova foi um desafio muito grande para mim. Há duas semanas tive uma lesão no ombro e estava impossibilitado de nadar. Fiz fisioterapia, nadei somente uma vez esta semana, e consegui sair na frente na natação em quase 40 segundos, ganhando espaço. Saí emocionado dá agua quando me deparei com a liderança e essa prova  foi uma superação  pessoal”, destacou Wendel, que iniciou no esporte aos 11 anos de idade e um ano depois já era campeão brasileiro.

Para o presidente da Federação de Triathlon do Amazonas (Fetriam), Antonio Neto, a prova superou as expectativas e ele ainda ressaltou que os cinco primeiros colocados de cada categoria da Copa Norte estão classificados para Copa Brasil, que acontece em outubro, em Manaus.

“Estou muito feliz com a prova, pois tivemos aqui atletas de ponta, que mostraram muita garra, superação, animaram o público e, além do mais, comemoramos o número de atletas do Pará, que veio em peso, um total de 11. Isso demostra o quanto o turismo esportivo é benéfico para nosso Estado e tenho certeza que a Copa Brasil será um sucesso”, disse.

Amigas no pódio

No esporte não se conquista somente medalhas e projeção. Pelo contrário, se coleciona amizades para a vida inteira e, que, nem mesmo o desejo pelo lugar mais alto do pódio pode estragar. Foi isso que provou na manhã deste sábado, 20, as amigas Jéssica Santos e Bianca Dantas, que conquistaram primeiro e segundo lugar da Copa Norte, respectivamente

A campeã da prova, Jéssica Santos, foi a pessoa que incentivou Bianca a iniciar no triathlon. (Foto: Antônio Lima/Sejel)

Apesar de almejar a medalha de ouro, Bianca, que terminou a prova em 01h12min 58seg, estava satisfeita por sua referência no esporte brilhar. “Vou fazer dois anos e meio no triathlon e eu comecei neste esporte por causa da Jéssica. Treinávamos juntas na natação, ela me conhece desde pequena, sempre fomos amigas, e ela sempre me convida. Ela é minha inspiração e sigo muito as recomendações dela”, disse.

Bianca ainda avaliou que a segunda colocação foi devido um atrasou no ciclismo. “Hoje tive um pouco de dificuldade no pedal, mas considerei meu resultado muito bom”, destacou ela, que é a primeira do ranking Sub-23 de Aquatlhon e está convocada para o Mundial que acontece dia 04 de junho, no Canadá.  

Para Jéssica, poder testemunhar a evolução e o amadurecimento de Bianca é gratificante. “Tenho 10 anos a mais que a Bianca e eu lembro que quando ela tinha 11 anos era minha única amiga na natação, e a gente se dava super bem. O tempo dela era bem parecido com o meu quando treinávamos no La Salle e a incentivei a começar no triathlon. Fiz as primeiras corridas com ela e fico feliz por ter ajudado a Bianca a desenvolver, pois sei do potencial dela”, afirmou.

Com informações da assessoria*

Publicidade
Publicidade