Publicidade
Esportes
Craque

Jogador abandona seleção por medo de contrair Ebola na África

O atleta atua no selecionado de Guiné, um dos países mais afetados com o surto da doença. O meia-atacante que atua no futebol espanhol foi convocado para defender a equipe nas eliminatórias da Copa Africana de Nações  08/10/2014 às 12:34
Show 1
O meia-atacante chegou a se concentrar com o time, mas resolveu retornar à Espanha com medo de contrair a doença.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Com medo de contrair o vírus Ebola, o meia-atacante Lass Bangoura abandonou a concentração da seleção de Guiné, no Marrocos, e voltará ainda nesta quarta-feira (8) para Madri, na Espanha, onde defende o Rayo Vallecano. 

Segundo o diário esportivo espanhol "Marca", o jogador de 22 anos decidiu assumir qualquer sanção que venha a sofrer da federação de futebol de seu país, o mais afetado pela doença ao lado de Serra Leoa.  

A direção do Rayo Vallecano já havia pedido a Lass que não viajasse à África, mas ele ignorou e apresentou-se assim mesmo no Marrocos, onde o grupo está reunido para o duelo de sábado contra Gana, pelas eliminatórias para a Copa Africana de Nações (CAN).

No entanto, o jogador mudou de ideia por conta do risco de contrair o Ebola de seus companheiros de seleção que chegaram diretamente de Guiné.

Serão duas partidas contra os ganeses, e a primeira, por medida de segurança, não será em Conakry, capital de Guiné, mas sim em Casablanca, no Marrocos. O segundo encontro, que marcado para dia 15 de outubro, acontecerá em Accra, capital de Gana. 

Segundo balanço da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgado na última sexta-feira (3) em Genebra, na Suíça, o Ebola matou 3.439 pessoas no oeste da África de um total de 7.478 casos registrados em cinco países: Serra Leoa, Guiné, Libéria, Nigéria e Senegal.

Publicidade
Publicidade