Publicidade
Esportes
Craque

Jogadores do Princesa esbanjam otimismo para futuros jogos do Campeonato Brasileiro

Os cinco gols sofridos para o Atlético-AC ainda estão sendo digeridos pelos jogadores do Princesa do Solimões. Porém, o otimismo toma conta dos treinos 10/09/2014 às 11:44
Show 1
Princesa joga sábado em Rio Branco e dia 20, em Manaus, contra o Santos-AP
Anderson Silva ---

Na volta aos treinamentos, na tarde desta terça-feira (9), os atletas trabalharam a parte física no campo do Sesc de Manacapuru. E mesmo se recuperando do resultado negativo os jogadores fizeram questão de mostrar que a derrota passou e podem surpreender o líder Rio Branco-AC, no próximo sábado (13), às 19h (de Manaus), na Arena da Floresta, palco dos 5 a 2. “É esquecer o que passou e levantar a cabeça. Quando perdem, perdem todos e quando ganham, ganham todos”, disse o atacante Nando.

Sem saber explicar os motivos da derrota, o atacante lembrou que o Princesa só depende de si mesmo para chegar à segunda fase da competição. “Só depende da gente, até porque ainda tem os confrontos diretos. É chegar lá (Rio Branco) e vencer. Depois temos outro jogo em casa. Estamos tranquilos”, afirmou Nando.

Para a partida, considerada decisiva, contra o líder, Rio Branco, Nando espera um time menos “combatente”.

“Nos já enfrentamos as duas equipes. O Atlético é um time mais leve e rápido. O Rio Branco é mais pesado, mas é claro que tem jogador com mais experiência... e no último jogo fomos bem até o primeiro tempo, entretanto, tem coisas que só acontecem no futebol”, analisou.

Princesa classificado!

Na “matemática” do meia Fininho, o Princesa já está absolutamente classificado; se o campeonato acabasse hoje.

O argumento usado pelos jogadores serve para destacar que o objetivo está sendo alcançado, mesmo com resultados negativos que “rondam” a equipe.

“Se o campeonato acabasse hoje estaríamos classificados. Só depende de nós mesmos e estamos focados para conseguir a classificação”, explicou.

Com a derrota ainda na cabeça, Fininho não se esquivou de explicar a goleada para o Atlético. “A gente estava bem no jogo e deixamos cair o ritmo no segundo tempo. Bola pra frente. Temos um time de muita qualidade que vai superar isso”, lembrou.

Publicidade
Publicidade