Publicidade
Esportes
Rodadas Peladão Verde 2013

Jogo acirrado entre 'europeus' no Peladão

Chelsea 'genérico' derota Milan regional em jogo bastante disputado pelo campeonato de peladas 30/09/2013 às 10:31
Show 1
Lanche de Chelsea e Milan, pelo Peladão 2013
Adan Garantizado Manaus

Um clássico “europeu” agitou a terceira rodada de jogos da categoria principal do Peladão Verde 2013. Chelsea de Petropolis e Milan da Vila Mamão fizeram um jogo corrido, que só foi decidido nos minutos finais do duelo. A partida aconteceu na tarde de sábado(28), no campo da Cean, no São Francisco (Zona Centro-Sul. A chuva que caiu minutos antes do jogo deixou o campo (que tem setores de barro, grama e areia), cheio de poças. Mas nem por isso, o toque de bola e a correria dos dois times foi prejudicada.

Longe de ter o mesmo prestígio, poderio econômico e os craques dos homônimos europeus, sobrou ao Milan e Chelsea do Peladão, copiar os escudos e uniformes de italianos e ingleses. Disputando o Peladão Verde pelo terceiro ano consecutivo, o Chelsea fazia seu terceiro jogo na competição (venceu um e perdeu o outro). Já o Milan, que estreou nos campos do Peladão no ano passado, jogava sua segunda partida no torneio (empatou na rodada passada em 1x1 com o Petropolis Força Jovem).

Empurrado pela torcida que compareceu em peso, o Milan da Vila Mamão pressionou bastante o Chelsea no primeiro tempo. Mas a bola não entrou. Na melhor chance do jogo na primeira etapa, o meia John, do time de Petropolis, cabeceou contra o próprio gol e a bola bateu no travessão.

John, porém, limpou sua barra com a torcida do Chelsea aos oito minutos do segundo tempo. Ele inaugurou o placar ao cobrar uma falta pela esquerda da área. A bola cruzou toda a defesa do Milan e foi morrer no fundo do gol. A equipe azul então se fechou em campo, em um ferrolho de fazer inveja a José Mourinho (treinador do Chelsea inglês). O Milan seguiu sufocando, até conseguir um pênalti aos 20 minutos, quando o meia Fabrício colocou a mão na bola, dentro da área dos “blues”. O centroavante rubro-negro Renato cobrou com força, a bola tocou na trave e entrou, empatando o jogo.

Quando a virada dos “italianos da Vila Mamão” parecia inevitável, o Chelsea encaixou um contra-ataque mortal. Fabrício, o mesmo que havia cometido o pênalti, aproveitou-se da jogada e com um chute forte, estufou as redes do Milan, definindo o jogo. “A partida foi muito dura. Eles foram um dos adversários mais difíceis que enfrentamos nestes 3 anos de Peladão. Foi bom marcar meu primeiro gol deste ano em um grande jogo”, comentou Fabrício, que é industriário e saiu às pressas de campo, pois ainda trabalharia na tarde de sábado em uma empresa do Distrito Industrial.

Publicidade
Publicidade