Publicidade
Esportes
Craque

Jogo do Nacional contra o Genus de Rondônia é cancelado

A medida ocorreu em razão de uma liminar impetrada por um dos torcedores do Remo, onde questiona a inscrição do Genus na competição 06/07/2013 às 10:58
Show 1
Jogadores do Naça foram pegos de surpresa com notícia
AUGUSTO COSTA ---

A partida do Nacional contra o Genus de Rondônia, pela terceira rodada da Série D do Campeonato Brasileiro, foi cancelada. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) comunicou ontem a Federação Amazonense de Futebol (FAF), através do Ofício DCO/GER -145/13, que imediatamente comunicou o Leão da Vila Municipal à suspensão da partida.

A medida ocorreu em razão de uma liminar impetrada pelo torcedor do Clube do Remo Wendel de Souza Figueiredo, que denunciou a suposta irregularidade na inscrição do representante de Rondônia na competição. A ação ainda pede a inclusão do clube paraense no Grupo A1 da Série D no lugar do Genus.

O vice-presidente do Nacional, Manuel do Carmo Chaves (o Maneca), lamentou o cancelamento da partida, mas acredita que a CBF deve cassar a liminar nos próximos dias. “Ninguém pode fazer nada, fomos pegos de surpresa. A CBF só nos comunicou no final da tarde de sexta-feira. Eles (CBF) devem cassar essa liminar e remarcar a partida contra o Genus. O Nacional não tem nada a ver com isso. É lamentável”, reclamou Maneca.

De acordo com a assessoria de imprensa do Naça, o técnico Aderbal Lana ficou irritado com o cancelamento da partida que, segundo ele, prejudica toda a preparação do Nacional. “A CBF tem que tomar uma posição. Isso prejudica toda a nossa programação. Agora é voltar aos treinamentos amanhã (hoje), pensando na partida contra a Ponte Preta pela Copa do Brasil”, afirmou Lana.

Jogadores frustrados

Ainda no vestiário do CT Barbosa Filho, depois do treino desta sexta-feira (04), os jogadores receberam a notícia e ficaram frustrados. “Ficamos tristes e muito chateados. Estávamos preparados para viajar. Existe uma desorganização no Campeonato Brasileiro. É a primeira vez que passo por isso, infelizmente. Agora é pensar na Ponte Preta”, lamentou o meia-atacante Danilo Rios, um dos destaques do Nacional na competição. 

Reforços na lista

Com a confirmação do cancelamento da partida contra o Genus, o foco agora dos jogadores do Nacional passa a ser o jogo contra a Ponte Preta, na quarta-feira, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), pela terceira fase da Copa do Brasil. 

No treino desta sexta-feira, os atacantes Cristiano e Tiago Pereira, que vinham se destacando durante a semana, foram as novidades na relação dos 18 jogadores que estão relacionados para enfrentar a Macaca. “Sendo jogador novo ou experiente, o atleta sempre sente aquele frio na barriga numa estreia e fui relacionado para o jogo com a Ponte Preta. Estou preparado e trabalhando forte. Se o treinador precisar de mim, vou fazer o melhor e marcar gols para ajudar o Nacional na Copa do Brasil”, disse Pereira. 

Cristiano também estava feliz em voltar a jogar pelo Nacional de pois de oito anos. “Estou feliz em voltar a jogar no clube que me revelou. Prometo me esforçar ao máximo e fazer os gols que o time precisa”, disse o atacante. Outra novidade no treino foi a presença do governador Omar Aziz. “Como torcedor e por tudo que tenho observado, este é um dos melhores elencos que o Nacional montou nos últimos anos. Temos condições de supreender a Ponte Preta e voltar com um bom resultado”, avaliou Omar.

Publicidade
Publicidade