Sábado, 20 de Julho de 2019
Craque

José Aldo com pedra nos rins

Amazonense que é campeão dos penas do UFC deu entrada em hospital com problema renal



1.jpg Saúde Campeão não deve passar por nenhum procedimento cirúrgico
08/08/2013 às 10:45

Surgiu uma pedra no caminho (ou nos rins para ser mais exato) do amazonense José Aldo. O campeão dos penas (entre 61 e 66 quilos) já estava no estaleiro em razão de uma fratura no pé direito durante a luta contra Jung Chang-Sung, o Zumbi Coreano, no último sábado, mas, anteontem, ele foi parar no hospital por causa de uma crise renal forte após o almoço.

A crise renal repentina ainda não foi explicada do ponto de vista médico, mas o treinador do Aldo, André Pederneiras, disse, ontem, que não será necessária cirurgia para extrair o cálculo renal (pedras). Está programada uma bateria de exames para explicar as possíveis causas do problema. “O Aldo não será operado de nada, não, nem dos rins e nem do pé lesionado”, garantiu Dedé.

De acordo com o médico do UFC no Brasil, Marcio Tannure o quadro clínico do amazonense não preocupa. “Soube desse problema pelo André (Pederneiras). Aldo teve cálculo renal antes e precisa me enviar os resultados dos exames para que eu possa verificar. André me disse que não é grave, e ele provavelmente já expeliu as pedras”, disse Tannure.

No hospital, Aldo tomou medicação e teve alta no mesmo dia. Ele está descansando em casa com a família e não quis falar com a imprensa.

Independentemente da gravidade do problema, o lutador amazonense só deve voltar a lutar em 2014, mas não por causa das pedras nos rins. O lutador recebeu uma suspensão médica de três meses após o UFC Rio 4, devido à suspeita fratura sofrida no pé ainda no segundo round. Aldo somente deve voltar a treinar após 60 dias. Atualmente Aldo, que tem sete defesas de cinturão consecutivas, considerando também seu título no extinto WEC, é o quarto colocado no ranking peso por peso do Ultimate. Possivelmente, a próxima luta dele será pela categoria leve (entre 66 e 72 quilos), cujo campeão é Ben “Bendo” Henderson.

Provável vinda a ManausEnquanto está no estaleiro, Aldo deve vir a Manaus para cumprir agenda social e esportiva da prefeitura, que o patrocinou com R$ 40 mil na luta contra o Zumbi Coreano. O dinheiro é oriundo do programa Bolsa-Atleta Municipal. Aldo preferiu receber por luta e não por mensalidade como o executivo municipal acertou com outros lutadores, a exemplo do Ronaldo Jacaré, Ronys Torres, Adriano Martins e Marcos “Loro” Galvão, que pertence ao Bellator.

Embora tenha recebido o patrocínio da prefeitura, Aldo não exibiu a logomarca no Município no short durante a luta contra Zumbi Coreano. Usou apenas o dizer “Visite Manaus” no banner. O UFC impôs novas regras para propaganda que produtos ou patrocínios sem vínculo com a organização. Permite penas da cidade sede do evento.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.