Publicidade
Esportes
Craque

José Aldo critica a disputa do cinturão interino no UFC: 'É um cinturão de brinquedo'

Aldo fala da lesão e detona o rival: 'Ele (McGregor) é um artista, mas não das artes marciais, e sim de comédia barata' 01/07/2015 às 21:49
Show 1
Amazonense é o novo número do UFC
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Um dia após o anúncio de que José Aldo ficaria de fora do UFC 189, que será disputado no dia 11 de julho, o lutador amazonense de pronunciou sobre o caso. O detentor do cinturão dos Pesos Pena se disse triste por não poder lutar contra o Irlandês Conor McGregor.

"Durante três meses, diariamente, realizei três períodos de treinamento. Investi meu tempo e dinheiro, trazendo parceiros de treino, tanto do país quanto de fora, para realizar o melhor camp da minha vida e estar pronto para defender, pela oitava vez, o meu cinturão no dia 11 de julho. Infelizmente, sofri uma fratura na costela durante um treino, que está comprovada por laudo oficial, e apesar de fazer todo o possível para lutar, fui obrigado ao contrário e isso me entristeceu muito. Somente eu, minha família, treinadores e companheiros sabemos quanto eu me esforcei para representar o Brasil novamente”, disse.

Aldo relatou que apesar das insistências de fãs para que ele lutasse, o Scarface disse que não “se venderia” e que o amor pelo o que faz e pelo país vem em primeiro lugar;

“Muitas pessoas me disseram para lutar mesmo assim, por conta do dinheiro que poderia ganhar, mas não me venderia por quantia alguma, seja ela qual fosse. Luto por amor ao que eu faço e pelo meu país. O dinheiro, para mim, vem em segundo plano. [...]O dinheiro acaba em algum momento, mas o legado de conquistas ficará para a história, e é isso que mais valorizo”.

Durante o período em que havia o impasse se lutaria ou não, Conor Mcgregor fez jus á fama de “falastrão” e provocou o lutador brasileiro dizendo que “ ele deveria esquecer a lesãozinha” e até mesmo, para não se preocupar que ele não acertaria as coestelas de Aldo, mas o rosto. Aldo respondeu que McGregor é um “ator de comédias baratas”.

“Com relação ao meu adversário, que falou para eu me apresentar para a luta como homem, não posso falar nada sobre um cara que imita na vida um personagem de série de TV (o ator Travis Fimmel, da série Vikings. [...]Ele é um artista, mas não das artes marciais, e sim de comédia barata. É até um desrespeito com o ator e, principalmente, com atletas de verdade. Ele deveria procurar um palco e não um octógono. O octógono é meu reino e lá só existe espaço para um rei, que sou eu, e se ele quiser participar, vai ter que ser como bobo da corte que já é.”, alfinetou.

Amazonense divulgou a imagem da costela fraturada

Aldo ainda criticou a disputa do cinturão interino  "Se (Conor) vencer o Chad Mendes, a única coisa que ele terá será um cinturão de brinquedo para mostrar aos amigos, bêbado nos bares do país dele, porque é isso que um título interino representa para mim: um brinquedo. O campeão sou eu".

 *Mais informações em instantes


Publicidade
Publicidade