Publicidade
Esportes
Craque

José Aldo visita obras da Arena da Amazônia

Crianças e adolescentes do programa Bom de Bola tiveram oportunidade de conhecer e conversar com o ídolo 13/03/2013 às 17:37
Show 1
José Aldo pôde ver o andamento das obras e se surpreendeu
acritica.com Manaus (AM)

A Arena da Amazônia recebeu nesta quarta-feira (13) a visita do lutador amazonense e campeão da categoria peso pena do UFC, José Aldo. O lutador ficou impressionado com a construção, que, segundo ele, será um dos mais bonitos estádios da Copa do Mundo.

“Quando era garoto visitei o antigo Vivaldão e vendo esta obra sei que será a arena mais bonita da Copa. Gostaria de ter o prazer de voltar para Manaus e assistir a um jogo durante o Mundial. Aqui é minha terra e tenho certeza que a Arena da Amazônia pode receber, além do futebol, outros eventos esportivos”, disse José Aldo ao comentar a possibilidade de ser realizado uma edição do UFC o novo espaço multiuso.

O encontro também contou com a participação dos 11 atletas mirins do projeto Bom de Bola, do Governo do Amazonas.

“A vinda de José Aldo à Arena da Amazônia faz com que ele e todos os que já visitaram o local sintam a emoção do que o estádio vai representar em 2014. É uma forma de compartilhar com ele e com a sociedade nossas ações para a Copa, que vão se intensificar ainda mais ao longo do ano”, disse o coordenador da Unidade Gestora Municipal dos Projetos da Copa (UGM COPA), Bernardo Monteiro de Paula.


Incentivo ao esporte

Para incentivar os novos atletas do Amazonas, José Aldo conversou com os participantes do projeto Bom de Bola. “Quando era criança eu tinha um sonho e quero que essa garotada também vá atrás do que quer. O esporte dá possibilidade de conquistar muitas coisas”, comentou o lutador.

O projeto é um programa de ação esportiva de inclusão social da Secretaria de Juventude, Desporte e Lazer (Sejel) que ensina futebol às crianças e adolescentes de Manaus e interior do Amazonas. Atualmente, o Bom de Bola atende sete mil crianças e a meta é que até final deste ano, dez mil crianças sejam contempladas pela atividade.

O adolescente Fernando Farias disse que estava emocionado em estar na Arena da Amazônia. “Ainda não tinha visitado o Vivaldão, mas vendo as obras, quero ter a oportunidade de jogar na Arena da Amazônia como profissional. É um sonho que quero realizar”, disse o atleta mirim. 

 

 

Publicidade
Publicidade