Publicidade
Esportes
Barezão Feminino

José Ribamar é confirmado no Rio Negro para a disputa do Barezão Feminino

Vice-campeão estadual com o Galo nos Juniores, o técnico comandará pela primeira vez uma equipe feminina; time Barriga Preta é formado por atletas de futsal de um projeto do bairro Coroado, na Zona Leste 11/09/2017 às 13:34 - Atualizado em 11/09/2017 às 14:18
Show 20170902134433img 8022
Após bons trabalhos na base masculina, José Ribamar treinará as mulheres (Foto: FAF)
Denir Simplício Manaus (AM)

Após duas temporadas ausente, o Atlético Rio Negro Clube está de volta ao futebol feminino e já tem até treinador. Trata-se de José Ribamar dos Santos, 44, que no último fim de semana se sagrou vice-campeão amazonense de Juniores com o Galo da Praça da Saudade. Em quatro anos trabalhando no futebol de base, essa será a primeira vez que técnico comandará uma equipe feminina.

A diretoria do Rio Negro fez parceria com o Divino Esporte Clube, projeto de futsal da Comunidade do Divino Espírito Santo, do bairro Coroado, na Zona Leste de Manaus, para a disputa do Amazonense Feminino, que tem início previsto para o próximo dia 23. Novato no futebol praticado pelas mulheres, José Ribamar revelou que ainda não conhece pessoalmente suas novas comandadas. 

"Ainda não conheço as meninas, nunca tive contato direto com elas, apesar de já tê-las visto jogar antes. Vou conhecê-las agora, quando marcar os treinos e vou ter o contato", confirmou José Ribamar avaliando a competição.

"Na verdade vai ser um campeonato muito difícil. A gente não sabe como vêm as outras equipes. Ainda não tenho essa experiência com a equipe do Rio Negro, vai ser o primeiro trabalho que vou fazer e vamos ver. As meninas são oriundas do futsal e a gente vai tentar um posto maior com a equipe do Rio Negro. ", disse o treinador fazendo breve análise sobre como deve exercer seu comando agora com as mulheres.

"Trabalhar com mulheres é um trabalho mais delicado, mais difícil. Vamos ter de ter todo um cuidado, todo um respeito, mas a gente vai tentar trabalhar da melhor maneira possível com elas. Respeitando as meninas, fazendo com que elas entendam o trabalho e sempre mantendo a ética dentro do trabalho que a gente tem de treinador", enfatizou Ribamar apontando o time a ser batido no Barezão Feminino.

"É difícil falar (sobre favoritos) porque temos o time do 3B, que vem montando uma equipe bem forte, e temos o Iranduba que é uma equipe de nome nacional. Já disputou competições a nível nacional  e vem com uma forte equipe. Penso que, olhando, hoje, pra esse cenário e pela experiência acho que a equipe mais forte é a do Iranduba, que deve ser a equipe a ser vencida no campeonato", concluiu.

As "Divinas do Galo" 

Formado basicamente por atletas vindas do futsal, o Rio Negro/Divino tem no elenco jogadoras com passagens pelo campo com as camisas do Iranduba, Princesa do Solimões e pelo próprio Galo. Nos gramados, o Divino Esporte Clube luta pelo título do Peladão Feminino em outro projeto, desta feita com a camisa do Grêmio Parque 10/Divino.   

De folga da primeira rodada do Amazonense Feminino, o Rio Negro estreia no campeonato somente no dia 1º de outubro (domingo), quando encara o São Raimundo, às 9h, no estádio da Colina, em partida válida pela segunda rodada da competição.

Publicidade
Publicidade