Publicidade
Esportes
Craque

Julgamento no STJD confirma Grêmio fora da Copa do Brasil

O STJD decidiu por não excluir o clube gaúcho da competição, no entanto, puniu o Tricolor com a perda de três pontos. No final, por conta dos atos racistas, a equipe do Rio Grande do Sul está eliminada no torneio nacional 26/09/2014 às 15:29
Show 1
Torcedora do Grêmio é flagrada gritando "macaco" durante partida da Copa do Brasil.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

O Pleno do Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) em julgamento realizado na manhã desta sexta-feira (26) optou por manter o Grêmio fora da Copa do Brasil. Em decisão unânime dos sete auditores da entidade, o time gaúcho escapou da exclusão. Porém, o júri decidiu que o time perderia três pontos por conta dos atos racistas contra o goleiro do Santos na partida de ida do torneio. O resultado foi o mesmo e o clube gaúcho foi eliminado da competição.

Com a decisão do STJD o time do goleiro Aranha, que sofreu com injúrias racistas vai pegar o Botafogo na próxima fase da Copa do Brasil. Depois que parte da torcida gremista xingou o arqueiro santista de “macaco” durante a derrota por 2 a 0, na Arena do Grêmio, no dia 28 de agosto, o time foi denunciado ao tribunal, que acabou por punir o clube gaúcho com a exclusão.

Os auditores retiraram a pena de exclusão, mas acabaram penalizando o Grêmio com a perda de três pontos, como já havia perdido no jogo de ida, a eliminação foi confirmada. O relator do julgamento Paulo César Salomão Filho, teve a preocupação em explicar que o clube gaúcho não foi excluído, e sim, eliminado por conta da derrota contra o time paulista.


O presidente do STJD, Caio Rocha, também foi enfático ao seguir o raciocínio do relator do caso. De acordo com o magistrado, o que tirou o Grêmio da competição foi o resultado da primeira partida. “O ato da torcida está levando isso ao clube. As campanhas do Grêmio são louváveis, mas não resolveram o problema da torcida. O tribunal não está excluindo o Grêmio. O que excluiu o Grêmio foi ter perdido o primeiro jogo, no seu campo, por 2 a 0”, disse.

Não cabem mais recursos na esfera esportiva para o clube gaúcho tentar retornar a Copa do Brasil. Uma possível entrada na Justiça Comum já foi descartada pelos cartolas do Grêmio, já que as punições poderiam ser ainda maiores perante a Fifa e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O Santos, que ficou com a vaga, e o Botafogo se enfrentam na próxima quarta-feira 1º de outubro no Maracanã, pelas quartas de final do torneio.



Publicidade
Publicidade