Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
Santa Cruz de la Sierra

Karateca amazonense realiza últimos preparativos para disputa na Bolívia

Aos 13 anos e com nove praticando a arte marcial, Carlos Faria é uma das promessas do Amazonas na competição na Bolívia



Karat__Carlos_Faria_CA526F2B-AF77-4618-980A-EAA72652F0F3.jpg
Foto: Divulgação
18/04/2019 às 12:14

O lutador de karatê Carlos Eduardo Faria, 13, será o representante amazonense no Campeonato Sul-Americano da modalidade. O atleta embarca com a seleção brasileira de karatê   para Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, no próximo domingo (21), onde enfrentará os melhores atletas do continente no período de 22 a 28 de abril.

Destaque não só no estado do Amazonas, mas no Brasil, Carlos Faria já conquistou inúmeros títulos apesar da pouca idade. Atualmente, o carateca amazonense é o faixa preta mais novo do País, assim como é o primeiro no ranking nacional em sua categoria, a sub-14 abaixo de 45 kg.

“É muito gratificante representar o Brasil em um evento internacional que é o Sul-Americano. Eu tenho me preparado bastante com o meu sensei (Washington Melo) e a minha técnica (Renata Dantas) para esse campeonato. Agradeço aos meus patrocinadores GBR Componentes, Aslan Idiomas e a Prefeitura de Manaus pelo apoio”, comentou o carateca.

Base familiar

Filho de militar, o carateca iniciou no esporte para ganhar disciplina e desde então vem ganhando espaço no esporte e conquistando títulos relevantes, como o bicampeonato no Arnold Classic, bicampeonato brasileiro de Katá, bicampeonato brasileiro de Kumitê e o hexacampeonato amazonense de karatê.

Preparação a todo vapor

O mestre de karatê e presidente da Federação Amazonense de Karatê (FAK), Washington Melo, comentou a respeito de todo o acompanhamento e preparação de seu aluno Carlos Faria para a disputa da competição sul-americana.

“Independente de ele está visando competição, a carga horária de treinamento dele é maior do que os outros, até porque eu trabalho com ele na academia nos dias de segunda, quarta e sexta-feira. E terça e quinta, de forma particular, em torno de duas horas de treinamento, e aos sábados a gente começa a jornada às 8h da manhã até as 12h, que é o treino da seleção. Então a carga horária de treinamentos é muito forte, porque ele é considerado um atleta de alto rendimento na academia”, explicou Washington Melo.

Mestre Washington Melo também destacou o trabalho a parte pensando no título do campeonato sul americano na Bolívia.

“Antes, pra ele entrar já era feito um trabalho em particular pra ele chegar onde chegou dentro da seleção, e agora nós intensificamos mais os treinamentos visando o título a nível sul americano”, enfatizou Washington.

Carlos Faria segue bastante dedicado nos treinamentos e almeja grandes resultados na competição em solo boliviano.

“Estou treinando de domingo a domingo e espero poder tirar todos os meus erros, que é uma necessidade para eu conseguir um bom resultado nesse campeonato, e também espero corresponder com o que as pessoas esperam de mim e todos os que estão me acompanhando nessa fase de preparação pro sul americano”, concluiu.

Persistência no karatê

Sem demonstrar surpresa, o mestre  Washington Melo disse que foi apenas questão de tempo para Carlos  a seleção brasileira de caratê. 

“O Carlos Eduardo entrar na seleção pra mim não foi nenhuma novidade, porque ele veio mostrando potencial desde pequeno. A gente demorou a chegar a idade que ele poderia entrar na seleção. Ano passado ele bateu na porta, perdeu por uma inexperiência até aceitável pelo fato dele ser uma criança, mas ele, como carateca, cometeu um erro, não chegou a seleção (na época), mas eu tinha certeza que desse ano não passaria em branco a oportunidade, e esse ano ele alcançou a tão desejada vaga”, ressaltou.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.