Publicidade
Esportes
Craque

‘Kill Bill’: por causa de pensão, jogador do Botafogo teria ameaçado ex-esposa de morte

Atacante Bill foi acusado pela ex-mulher de ameaça de morte e até de suicídio por conta de uma briga judicial. A ex-parceira do atleta botafoguense registrou B.O. na Delegacia de Defesa da Mulher e tem provas da intimidação 18/06/2015 às 13:25
Show 1
Bill foi acusado pela ex-mulher de ameaças de morte.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Dentro de campo as atuações de Bill com o Botafogo deixam a desejar, mas é fora dos gramados que a situação do atacante do Glorioso se complica ainda mais. O jogador foi acusado pela ex-esposa de ameaça de morte e até de suicídio por conta da cobrança de pensão de R$ 20 mil imposta pela Justiça.    

Sabrina de Oliveira Nascimento registrou Boletim de Ocorrência na Delegacia da Defesa da Mulher, em Bragança Paulista, no estado de São Paulo, onde mora. No processo está anexado áudio de WhatsApp contendo as ameaças do jogador botafoguense.

"Eu não sei mais o que fazer. Imagina, agora vou ter que pagar pensão de R$ 20 mil para você. Você é doida? Eu vou me matar ou então vou atrás de você e vou te matar. Eu não sei mais o que fazer. Eu estou falando para você, eu vou fazer merda, ainda nessa bosta. Agora mesmo eu não vou ter mais nada a perder. Pode gravar, pode mostrar para o seu advogado", disse Bill na conversa pelo aplicativo de celular.

O advogado da ex-mulher de Bill confirmou as ameaças do jogador para a reportagem do site UOL Esporte.

"Trabalhei com o divórcio do casal e fixação de pensão, que está sendo honrado. Bill está seguindo este acordo. O problema é que houve essa ameaça. A Sabrina me consultou a respeito da gravação. Eu recomendei que ela procurasse a autoridade policial, de maneira óbvia", explicou o advogado Waldemar Siqueira Filho.

Em fevereiro deste ano o jogador teve a prisão decretada pela Justiça pelo não pagamento da pensão à Sabrina. Na ocasião, Bill conseguiu levantar a quantia e pagou a dívida com a ex-mulher e se livrou da cadeia.

Bill tem contrato com o Botafogo, que em crise financeira, fechou acordo com o jogador para lhe pagar o teto máximo do clube: R$ 50 mil.


Publicidade
Publicidade