Publicidade
Esportes
CORRIDA

Kits para a 4ª Corrida da Mulher Amazônica começam a ser entregues hoje

A Corrida da Mulher Amazônica acontece neste domingo (5) e terá largada às 7h, na região da Sefaz 03/03/2017 às 17:22 - Atualizado em 03/03/2017 às 17:33
Show  asl3182  2
A Corrida é dedicada às mulheres, mas todos são convidaram a participar do evento (Foto: Antônio Lima/Sejel)
Jéssica Santos Manaus (AM)

A 4ª corrida da Mulher Amazônica acontecerá neste domingo (5) a partir das 7h, na Sefaz, Zona Centro-Sul de Manaus. Os kits para a corrida já começaram a ser entregues nesta sexta (3) e sábado (4), na sede da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), das 10h às 18h.

A entrega de kits será impreterivelmente feita nesses dias e horários. Não haverá entrega de kit de participação no dia do evento, nem após. Os kits serão retirados pelo atleta mediante a apresentação de um documento oficial de identidade com foto, e do recibo original de pagamento da inscrição.

Aos que não se inscreveram e desejam participar do evento, fica a dica: estarão sendo feitas inscrições durante a entrega dos kits, mas o número de vagas é limitado. O valor é 50 reais + 1 kg de leite em pó, a ser doado para instituições de caridade.

A corrida, que é uma comemoração ao dia da Mulher Amazônica, contará com as seguintes categorias: feminino, casal (homem e mulher fazendo o percurso juntos), usuário de cadeira de rodas, deficiente visual, deficiente auditivo, masculino, funcionários da Sefaz e profissionais da imprensa.

Os atletas irão fazer um percurso de 5 km, e os melhores colocados de cada categoria receberão premiações em dinheiro, além de troféus e medalhas. Na categoria feminina, a mulher que chegar na primeira colocação receberá também a faixa de “Mulher Amazônica 2017”.

Márcia Magalhães é uma das corredoras de destaque no Amazonas. "Essa é uma corrida que todas as mulheres esperam, o percurso é muito bom, e esse evento é bom por ajudarmos instituições de caridade também", elogia Márcia. Ela conta que se prepara para as principais corridas de rua, durante todo o ano, e para a Corrida da Mulher não foi diferente, Márcia treinou correu todos os dias.

Evento das causas sociais

A coordenadora da Corrida da Mulher Amazônica, Jeroniza Albuquerque, falou sobre o evento defender diversas causas sociais.

“Como sou daqui, eu luto pela mulher amazônica e, com essa corrida, buscamos uma oportunidade de reunir muitas pessoas que se dedicam a esse segmento e, aproveito para fazer a doação de leite para algumas instituições de caridade do Amazonas, como o Lar das Marias, proteção das mulheres com AIDS, abrigo Raio de sol, Coração de pai entre outras”, explicou.

Além de a corrida ser dedicada à mulher amazônica e, também, de ser um evento de cunho social, que visa ajudar diversas instituições, a coordenadora Jeroniza explica que também faz questão de incluir os deficientes físicos entre as categorias de corredores do evento. “Como toda mãe, gosto de abraçar a todos. Por isso, convidados todas as pessoas com deficiência, para que participem porque haverá premiação para elas também”, ressalta Jeroniza.

Para a organizadora, ações sociais são o que não faltam na Corrida da Mulher Amazônica. “Também há o plantio de árvores para incentivar o cuidado com meio ambiente e, já que ficamos diante de mais de 1000 pessoas sadias, que buscam qualidade de vida, aproveitamos para falar sobre a doação de sangue também”, disse.

Publicidade
Publicidade