Quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2020
Barezão

Nacional e Iranduba se enfrentam no Barezão nesta quinta-feira (23)

Confronto de estreia coloca tradição do Nacional frente à falta de títulos do Iranduba. Jogo acontece no estádio da Colina, em Manaus



zCR0223-01R_B59CA6F7-1B48-4BFC-B4FB-1B411B434E81.jpg Foto: Milly Barreto
23/01/2020 às 07:28

O Barezão 2020 começou a todo vapor! Trazendo partidas eletrizantes  logo em seus primeiros enfrentamentos. E buscando estrear na competição com o pé direito, Nacional e Iranduba entram em campo, hoje (23), às 20h30, no estádio da Colina, com direito a transmissão ao vivo da TV A Crítica.

O Leão chega no Campeonato Amazonense deste ano precisando dar ‘respostas’ à sua torcida. Desde que o time entrou em sua era profissional, nunca amargou cinco anos sem título do Barezão: a última vez que o Naça ergueu a taça estadual foi em 2015, ou seja, 2020 precisa ser o ano do triunfo. Atualmente, coleciona 43 troféus do Estadual. 



Um fator que pode servir de alento para os nacionalinos é que o trabalho do técnico Aderbal Lana foi mantido para o campeonato, fazendo companhia apenas ao Manaus, que também manteve seu treinador - Wellington Fajardo - no comando para mais um Estadual.

Ao menos em quesito de preparação, é inegável que o Nacional esteja na frente do Iranduba. Em jogos-treino, por exemplo, o Nacional realizou dois: empate com o Amazonas por 1 a 1 e derrota para o Fast com placar de 1 a 0. Autor do único gol do Nacional na pré-temporada de 2020, Daniel Guerreiro comentou sobre a estreia no Barezão.

“A expectativa é imensa. Sabemos da responsabilidade que é representar o Nacional no Campeonato Amazonense, para isso, treinamos diariamente, faça sol, faça chuva. Não tem dia ruim”, destacou o atacante do Leão.

Já no Hulk, o retrospecto não é bom tratando-se de Estadual masculino: participando do campeonato desde 2012, o time não acumula títulos na Série A, apenas o troféu da ‘Segundona’ em 2018. Neste ano, o clube viveu uma ‘novela’ com o técnico Charles Guerreiro e o comandante do time desembarcou em Manaus apenas na última terça-feira (21).

“Apesar do pouco tempo de treino comigo, o grupo já estava trabalhando. O desafio é sempre grande no futebol, principalmente esse tipo de situação. O Nacional é uma equipe de muita tradição no futebol amazonense, mas estamos com um grupo que tem qualidade e vamos tentar fazer um grande jogo”, disse o treinador do Hulk, que possui história vitoriosa no futebol dentro e fora de campo.
Charles é ex-jogador do Flamengo e já levantou duas taças do Campeonato Paraense, como auxiliar técnico do Remo em 2007, e como treinador do Paysandu em 2010.

News whatsapp image 2019 06 21 at 16.12.51 7cbfadd4 8d2b 47cf a09e 336b83276e71
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.