Sexta-feira, 15 de Outubro de 2021
Voando alto

Líder absoluto! Manaus vence fora de casa e volta ao topo da Série C

João Diogo marcou o gol da vitória do Gavião do Norte sobre o Jacuipense-BA. Resultado conquistado no Barradão deixa o Manaus no primeiro lugar do grupo A, com 24 pontos



WhatsApp_Image_2021-09-04_at_17.55.29_205BDDD2-A5C5-40C4-A699-C7D366DE0881.jpeg Foto: João Normando/FAF
04/09/2021 às 18:30

Foi no sufoco, mas o Manaus bateu o Jacuipense-BA pelo placar de 1 a 0 na tarde deste sábado (4), no estádio Barradão, pela 15ª rodada da Série C. O gol solitário foi marcado pelo atacante João Diogo - aos 32 minutos do segundo tempo -, que ainda contou com a sorte, pois precisou aproveitar a sobra do pênalti desperdiçado por ele próprio para garantir o segundo triunfo esmeraldino jogando longe da Arena da Amazônia.

Com o resultado, o Manaus garantiu de forma provisória a liderança do grupo A, agora com 24 pontos. A equipe do técnico Evaristo Piza só poderá ser ultrapassada pelo Tombense-MG, caso a equipe vença o Botafogo-PB em jogo fora de casa, na noite deste domingo (5).

Pela 16ª rodada, o Gavião Real volta a jogar na capital no próximo domingo (12), às 15h, contra o Botafogo-PB. Desta vez, o local do jogo será o estádio Ismael Benigno, a Colina, já que a Arena da Amazônia será palco do confronto entre Brasil e Uruguai, em outubro, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022.


(Jogadores do Manaus comemoram o gol da vitória. Foto: Renan Oliveira/Jacuipense)

Primeiro tempo

Pressionado para fugir da zona, o Jacuipense teve a iniciativa no jogo. Aos 4 minutos, na primeira finalização da partida, Peixoto tentou arriscar de entrada da área e a bola passou rente à trave direita de Gleibson, arrancando suspiro da comissão técnica esmeraldina.

Com mais presença ofensiva, o time da casa conseguia trocar passes na área do Manaus, mas não transformava essa superioridade de posse de bola em chances de gol. Desta forma, o clube esmeraldino conseguiu se achar no jogo. Aos 16, na primeira chance do Gavião, Gabriel Davis chamou a responsabilidade pelo centro do campo, invadiu a área e bateu de esquerda, mas o goleiro Jean caiu bem para fazer a defesa.

Aos 18, Denilson recebeu na entrada da área, fez o pivô e tocou para Gilson Alves, que disparou na direção do gol e parou no goleiro Jean. Na sequência da jogada, Dudu Mandai pegou a sobra e tentou chutar cruzado, mas a bola saiu pela linha de fundo. Sem grandes oportunidades, o Jacuipense aparecia de forma tímida quando chegava ao ataque. Aos 25, em jogada pela direita, Bruninho achou Douglas dentro da área, que testou meio sem jeito e a bola saiu por cima do gol de Gleibson.

Quando o relógio marcava 32 minutos, Dionísio cobrou falta com perigo pelo lado esquerdo do ataque, mas a bola subiu um pouco mais do que deveria e parou na rede pelo lado de cima do gol de Gleibson. Aos 39, em grande trama esmeraldina, Anderson Paraíba colocou bola na cabeça de Denilson no lado esquerdo da área, o atacante escorou pra dentro da grande área e Rafhael Lucas resvalou para o gol, obrigando Jean a operar uma grande defesa.

Na última boa chance da primeira etapa, aos 43, em falta rente à grande área pelo lado direito, Gabriel Davis jogou no segundo pau e achou Luis Fernando, que de cabeça, tentou encobrir o goleiro Jean, mas a bola saiu por cima do gol.


(No primeiro tempo, as equipes ficaram no 0 a 0. Foto: Renan Oliveira/Jacuipense​​​​​​​)

Segundo tempo

Mais agressivo, o Manaus atacou primeiro na etapa final. Aos 3, Edvan tocou para Anderson Paraíba pela direita, o meia encontrou - com passe curto - o centroavante Denilson dentro da área, que chutou forte, mas a defesa tirou no momento certo, evitando o primeiro gol da partida. Com 11, na primeira chegada mais insinuante do Jacupa, Bruninho tocou para Gedeilson pelo lado direito, o lateral cruzou na grande área, mas a bola passou por todo mundo.

Para mudar o cenário da partida, o Manaus fez quatro mudanças em um curto espaço de tempo. O técnico Evaristo Piza sacou Denilson, Anderson Paraíba, Rafhael Lucas e Gabriel Davis, para colocar Diego Rosa, Marcelinho, Vitinho e João Diogo. E as mudanças surtiram efeito imediato.

Aos 30, Diego Rosa dominou a bola dentro da área, fez bem o pivô e passou para João Diogo, que fez a finta e foi levemente calçado pelo defensor. O árbitro marcou pênalti e o próprio João Diogo cobrou, mas o goleiro Jean pegou na primeira oportunidade. Porém, ao espalmar para a entrada da área, a bola voltou ao atacante esmeraldino, que não desperdiçou e só escorou pro gol vazio, abrindo o placar aos 32.

Aos 40, Douglas fez boa jogada individual, limpou Edvan dentro da área e bateu de perna esquerda. A bola passou com força, perto do gol, mas não conseguiu evitar a vitória do Manaus no Barradão.


(Retornando após cumprir suspensão, Luis Fernando celebra o fim de jogo com vitória do Manaus. Foto: Renan Oliveira/Jacuipense​​​​​​​)

Ficha Técnica

Jacuipense 0 x 1 Manaus
(15ª rodada do Campeonato Brasileiro - Série C)
Local: Barradão 
Data: 4 de setembro de 2021, sábado
Horário: 16h00
Árbitro: Luiz Augusto Silveira Tisne (SC)
Gols: João Diogo (32', 2°T) - (MFC)

Jacuipense-BA: Jean; Gedeilson, Tiago Alves, Railon e Vicente; Peixoto (William Kaefer), Dionísio (Bambam) e Danilo Rios (Janeudo); Douglas, Bruninho(Jeremias) e Itinga (Jeam); Técnico: Jonilson Veloso

Manaus: Gleibson; Edvan, Luis Fernando, Marcelo Augusto e Dudu Mandai; Derlan, Gilson Alves (Spice), Gabriel Davis (João Diogo) e Anderson Paraíba (Marcelinho); Rafhael Lucas (Vitinho) e Denilson (Diego Rosa); Técnico: Evaristo Piza



Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.