Publicidade
Esportes
Craque

Longe de Manaus, atletas e ex-atletas falam da saudade que sentem da terra natal

Morando fora, o cavaleiro João Victor de Lima, a ex-atleta do salto em altura Orlane Santos e o ex-lutador de jiu-jitsu - e dono do Jungle Fight - Wallid Ismail declaram amor pela capital amazonense, que completa 344 anos nesta quinta-feira, e revelam do que mais sentem falta 24/10/2013 às 11:44
Show 1
João Vitor Lima no Concurso de Salto 2* Beervelde, na Bélgica
Lorenna Serrão Manaus

Eles são manauenses da gema, nasceram e passaram boa parte da juventude na capital amazonense, mas a paixão pelo esporte os levou para outros lugares. Alguns deixaram a cidade natal há pouco tempo, como João Victor de Lima – que mora na Bélgica há um ano – outros há mais tempo – como a recordista em Salto em altura, Orlane Santos e o ex-lutador de Jiu-jitsu e dono Jungle Fight,  Wallid Ismail – que moram há mais de 20 em outros Estados do Brasil. No dia em que Manaus comemora 344 anos, os três  falam da saudade que sentem da terra onde nasceram.
Aos 16 anos, João Victor de Lima é uma das principais revelações do hipismo no Brasil. Na busca pelo aperfeiçoamento, ele se mudou para Bélgica ano passado. Apesar do pouco tempo  diz que morre de saudades de Manaus.
“Além da minha família, sinto falta dos amigos e da comida de Manaus. Gosto bastante de costela de tambaqui, farinha, tucumã e cupuaçu, frutas que só existem nesta região. Também tenho saudades da Ponta Negra, que é um dos lugares mais bonitos da minha cidade e um dos meus preferidos”, disse João.


Ex- atleta do salto em altura, Orlane é arquiteta e mora em São Paulo há 24 anos


Orlane Santos, 46 anos, ex-atleta do salto em altura, mora em São Paulo há 24 anos, ela conta que sempre que pode vem a Manaus visitar os amigos e matar da saudade da
 natureza.
“Tenho saudade dos peixes e dos restaurantes em flutuantes. Quero fazer uma viagem turística para Manaus, quero que meu filho conheça o encontro das águas” afirmou Orlane – que hoje é arquiteta.


Dono do Jungle Fight, Wallid Ismail mora há 30 anos no Rio de Janeiro

Há 30 anos morando no Rio de Janeiro, o ex-lutador e jiu-jitsu, Wallid Ismail, costuma dizer que “saiu de Manaus, mas Manaus não sai dele”, de tanto que pensa na cidade.
“Tenho saudades dos passeios de barco e da praia da Lua. Trabalho em prol de Manaus. Tenho muito orgulho da minha cidade”, disse o dono do Jungle Fight – um dos mais respeitados eventos de MMA da América Latina.






Publicidade
Publicidade