Quarta-feira, 14 de Abril de 2021
DERROTA AMARGA

Luizinho lamenta gols perdidos e fala sobre o placar contra o Bahia: 'Não condiz'

Além de destacar que seu time merecia uma sorte melhor, o técnico do Gavião do Norte lamentou os desfalques no setor ofensivo



848b04fb-ecb7-4a71-a0b8-7c3d367c4346_63E65B44-5FED-4E8D-8A54-E37ADB5FBBDB.jpg Foto: João Normando/FAF
08/04/2021 às 12:55

O técnico Luizinho Lopes está convencido de que a derrota sofrida por 4 a 1, na noite de quarta-feira (7), foi exagerada devido ao volume de oportunidades criadas pelo Manaus ao longo dos 90 minutos. Por outro lado, o comandante esmeraldino espera que a experiência em Salvador, enfrentando uma equipe de Série A, possa servir de aprendizado para o restante da temporada.

“Estou um pouco chateado com a elasticidade do placar, pelas oportunidades que criamos e da forma que criamos. Evidente que faltou um pouco de eficácia, por isso que a diferença no placar me deixa um pouco chateado. Mas uma derrota como essa serve de aprendizado, ela tem que servir para que a gente possa impulsionar coisas melhores lá na frente, temos que tirar algum aproveitamento deste resultado para que a gente possa crescer”, destacou o técnico do Gavião do Norte.



Contando apenas com Jack Chan como opção de ataque no banco de reservas, Luizinho também lamentou não ter à disposição os atacantes Philip e Rafael Ibiapino - lesionados na partida contra o Amazonas - para aumentar o leque de opções durante o segundo tempo. Pegando gancho nessa situação, o treinador também falou sobre o planejamento do Manaus e a possibilidade de receber reforços no decorrer do ano.

“Ele (resultado) não condiz devida as oportunidades que criamos, a grande diferença é no quesito eficácia, não estou dando desculpa, mas por conta das coisas que aconteceram na partida aos olhos de todo mundo, merecíamos ter feito mais gols. A gente teve um planejamento bem definido, viemos para cá só com um atacante no banco, infelizmente perdemos o Philip e o Ibiapino no último jogo e isso é muito ruim quando não temos muitas opções, mas isso foi projetado desta maneira, nós tínhamos que ter um elenco mais reduzido no primeiro semestre do ano, a gente espera que na Série C possamos encorpar um pouco mais”, concluiu Luizinho.

Líder do Barezão com dois jogos a menos e 100% de aproveitamento, o Manaus volta as suas atenções para o Barezão, quando no próximo domingo (11), às 15h30, encara a equipe do Nacional, no estádio Carlos Zamith, pela 8ª rodada do Campeonato Amazonense.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.