Sábado, 06 de Junho de 2020
Craque

Lutador Amazonense, campeão mundial de parajiu-jitsu, diz que o esporte o ajudou a superar barreiras

Alex Taveira, lutador de parajiu-jitsu participou de uma feira, em São Paulo, onde contou sua experiência para outras pessoa com deficiência



1.jpg Nem o encurtamento da perna direita impediu que Alex Taveira se tornasse um atleta de destaque
14/04/2015 às 21:42

“O esporte me trouxe qualidade de vida e me incluiu. O esporte acabou com aquela do ‘eu acho’, do ‘será que eu posso lutar de igual para igual?’e graças ao jiu-jitsu eu consegui me incluir no esporte. O ‘será que eu posso?’ deixou de existir e agora só existe o ‘eu posso’”.

Esse é o relato de Alex Taveira de Lira, paratleta faixa-preta de jiu-jitsu. Alex, que possui uma deficiência congênita na perna direita (quando algum órgão do corpo humano não se desenvolve por completo) e pratica a “arte suave” desde os 11 anos de idade. Alex, que hoje tem 29 anos, foi campeão mundial da categoria galo e absoluto no campeonato mundial de parajiu-jitsu realizada no mês de novembro do ano passado, em Santo André, São Paulo.



Entre os dias 9 e 12 de abril, o lutador participou da Feira Internacional de Tecnologias em reabilitação, Inclusão e Acessibilidade (Reatech) ondês expôs suas experiências com o esporte.

“Foi profundo  conhecer aquelas pessoas. Eu  uso uma muleta e troquei minhas experiências que com as pessoas que estavam lá. Além de mim, estava o Daniel Dias (campeão olímpico de natação) e viramos celebridades. Tinha um garotinho lá que usava próteses e o sonho dele era ser lutador de MMA e quando ele viu as demonstrações de golpes, ele ficou bem animado”, disse.

O atleta treina na academia Team Taveira, que recebeu durante a Reatech um certificado da Confederação Brasileira Paradesportiva de Jiu-Jitsu, um certificado de aptidão do ensino do jiu-jitsu para pessoas com deficiência. Alex conta que, na academia, já treina dois deficientes visuais e uma pessoa com paralisia cerebral. Um dos atletas que é cego, irá participar do Campeonato Amazonense de Jiu-Jitsu convencional, provando que para o esporte, não há limitações.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.