Publicidade
Esportes
Craque

Lutador amazonense de wrestling, campeão do Mr. Cage, quer chegar mais longe

Raymisson “Formiga” Bruno é lutador de wrestling e vive do esporte, mas apesar das dificuldades almeja um futuro melhor pelo esporte 18/02/2016 às 17:41
Show 1
Campeão do Mr. Cage, Raymison "Formiga" quer chegar no continente asiático
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Raymison “Formiga” Bruno (categoria peso palha) de 24 anos foi campeão da 21ª edição do Mr. Cage, evento realizado em um bar, na zona Centro-Sul de Manaus. Agora, com o cartel de 8 vitórias, e uma luta sem resultado, o campeão da academia Team Cardoso, liderada pelo faixa preta de Jiu Jtisu Jr. Cardoso, sonha em chegar a grandes eventos no continente asiático.

Responsável por realizar a luta principal da noite, “Formiga” não deu chances para Ranieri Silva e em uma luta recheada de grandes emoções, conquistou o cinturão dos pesos palhas do evento amazonense ao finalizar o adversário aos 4 minutos e 15 segundos do 4º round.

“Eu finalizei aplicando um mata-leão. Foi uma luta dura, pois o Ranieri é um cara que já vinha com três vitórias no evento. Mas se ele é duro eu sou mais ainda e isso não pesou. No final, consegui conquistar o cinturão”, explicou.

Por enquanto, sétimo colocado no raking mundial da categoria de acordo com o site Fight Matrix, o atleta revela que sonha em chegar à primeira colocação para alçar voos maiores no mundo da luta.

“Essa é a minha vontade e eu vou conquistar. Vou provar que quero essa primeira posição”, afirmou o lutador.

Trajetória

Raymison “Formiga”, que treina a parte de wrestling com os atletas de alto rendimento na estrutura da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (SEJEL), conseguiu o primeiro cinturão em dezembro de 2015, na 18ª edição do Mr. Cage. E, de acordo com o lutar, a emoção foi tão grande que se tornou inesquecível.

“Lembro disso (a conquista do cinturão) como se fosse hoje. Dei o meu melhor e desde então acreditei ainda mais nos meus sonhos. E apesar das dificuldades, jamais vou desistir”, afirmou.

Ainda em 2015, “Formiga” consegui uma oportunidade de lutar no Pancrase, no Japão. Após sentir o gostinho de lutar no continente que revelou grandes samurais, agora a fera amazonense sonha em trilhar o mesmo caminho.

“Quero disputar campeonatos grandes e, como no UFC não tem a minha categoria, eu viso grandes eventos da Ásia que, por muito tempo já tem minha categoria”, explicou o lutador que tem como base o jiu jitsu.

Superação

Para o confronto do último sábado, Formiga precisou superar vários obstáculos pessoais, entre eles, uma fratura no nariz. A bolsa da vitória inclusive, já tem destino certo, como explica o campeão.

“Eu tenho R$ 700 e preciso de 3 mil para a cirurgia no nariz, que está fraturado há sete meses. Eu vivo do esporte, não tenho emprego fixo. Quero me preparar bem para os grandes desafios que quero conquistar. Então, vou juntando dinheiro para fazer a cirurgia e não ter problemas no futuro”, finalizou.

Começo da carreira

“Formiga” Nasceu em Manaus e foi morar em Codajás (a 239 quilômetros em linha reta de Manaus) desde sete meses de idade. Retornou aos 12 anos para morar com a avó, para assim, conhecer e praticar a ‘arte suave’, quando iniciou a carreira no mundo da luta.

”Na verdade havia muita briga entres crianças no bairro que eu morava (Parque Dez de Novembro) e um dia tive que brigar com um jiujiteiro que me botou no chão. Aí falei para ele que iria aprender a lutar no chão e assim lhe chamar para um desafio, assim conheci o esporte e me apaixonei. Mas digo a todos: não briguem na rua”, encerrou.

*Com informações da assessoria de comunicação

Publicidade
Publicidade