Publicidade
Esportes
Craque

Lutador amazonense, Guilherme Farias surpreende gringos em evento de MMA

Após deixar a cidade há nove meses para tentar ganhar a vida nos EUA, o lutador de 23 anos integra o UFC e representa com louvor o Estado do Amazonas 11/11/2014 às 12:04
Show 1
Guilherme entrou no octógono do Fight Championship como ‘azarão’, mas venceu e agora sonha em construir carreira nos EUA
ALÍRIO LUCAS ---

O manauara Guilherme Farias da Costa, 23, deixou a cidade há aproximadamente nove meses, depois de receber um convite do também amazonense Carlos Diego, lutador que integra o UFC desde março deste ano.

Guilherme partiu de “mala e cuia” para tentar a vida nos EUA. De início, por ser faixa preta de muay thai, o atleta seria apenas professor na academia de Diego. Mas, as oportunidades surgiram no caminho de Guilherme, que passou a lutar e brilhar dentro dos octógonos nos “States”.

No último dia 07 de novembro, Guilherme acabou virando o centro das atenções após sua participação no evento Fight Championship 32, onde venceu o até então favorito Travonne Hobbs. A luta ocorreu na cidade de Texas e garantiu ao manauara novos desafios no MMA.

Oriundo do bairro do São Lázaro, na zona Sul, o peso-leve conta, que jamais havia feito uma luta profissionalmente. “O cara que eu lutei era muito mais experiente. Já tem um cartel de 17 lutas e vinha de quatro nocautes seguidos, ou seja, vinha para buscar o quinto e já tentar uma vaga no UFC e eu tenho apenas quatro lutas, sendo três pelo amador e apenas uma pelo profissional”, ponderou Guilherme, que ainda recordou as provocações que o adversário fez pelas redes sociais.

“Ele usava as contas dele nas redes sociais para ficar falando mal de mim, do Brasil, e acabou transformando tudo isso em algo pessoal. Eu ia treinar com sede de vencer e coloquei na minha cabeça que só sairei de lá com a vitória e, por fim, consegui”, recordou.

Após a vitória, Guilherme conta que começou a perceber mudanças em sua vida. Entrevistas para a imprensa, compromissos em emissoras amercicanas, fotos... “Dei entrevista até para a Fox. Foi tudo muito louco, pois até o dia do evento era um desconhecido, que saiu do bairro São Lázaro para tentar a vida nos Estados Unidos e agora estava ali dando até entrevistas para os americanos. Jamais imaginei isto”.

Novo compromisso

Já de volta aos treinos, Guilheme deve desembarcar em Manaus no mês de dezembro, onde passará as festas de final de ano ao lado da família, mas em janeiro volta para os Estados Unidos. No dia 28 de fevereiro, ele já tem um novo compromisso com a franquia. “Passarei os festejos em Manaus, mas em janeiro já volto pra cá para continuar meus treinos e em fevereiro já tenho mais uma luta. Vou com garra mais uma vez, para que a próxima luta já seja disputando o cinturão. Não vou parar não, inclusive em Manaus vou fazer alguns treinos e agora é focar que agora a minha meta é garantir o cinturão e quem sabe, logo alguém me vê e eu possa chegar no UFC”, completou o guerreiro amazonense.

Publicidade
Publicidade