Terça-feira, 17 de Setembro de 2019
MMA

Lutadores fazem festa de Réveillon antecipada no Mr. Cage 32, em Manaus

Evento realizado ontem (30) contou com 11 lutas, sendo três disputas e defesas pelo cinturão do evento



CB9F04A6-37A9-493A-94CE-759B302AD277.jpeg A luta principal do evento marcou a despedida do lutador Márcio Pontes (Fotos: Winnetou Almeida)
31/12/2017 às 11:08

O Mr. Cage 32 MMA Championship - Edição de Réveillon, realizado no último sábado (30), no Jevian Festas e Eventos, foi um verdadeiro show de combates. No total, 11 lutas fizeram a alegria dos espectadores, que viram Estefani Almeida, Mayana Kellem, Raimundo Tubarão se destacarem no octógono em disputas emocionantes.

Card principal 

Três das cinco lutas do card principal eram desafios Amazonas e Pará. Na primeira luta, disputa pelo cinturão do Peso Mosca, e o confronto entre Estefani Almeida (Carioca Academy-AM), que defendia seu cinturão, e a desafiante Deize “Gorila” Araújo (Salles Mma - PA) começou agitado.  Sem medo da luta, as duas trocaram muitos socos e depois foram para o chão. No segundo round, a troca intensa de socos e chutes continuou, com as duas lutadoras mostrando técnica e força. Foi quando Estefani Almeida deu alguns socos certeiros, e conseguiu deixar sua adversária bem desconfortável, com um olho machucado. A luta seguiu intensa e, no terceiro round, após uma longa sequência de socos, Estefani, do Amazonas, conseguiu a vitória por nocaute, e manteve seu cinturão.

Na segunda luta, luta pelo cinturão Peso Galo. A paraense Rayla Nascimento (JMT Manaus Fight) desafiou a amazonense Mayana Kellen (Academia Top Life/Carioca Team). Numa luta equilibrada, as lutadoras foram crescendo no confronto ao longo dos cinco rounds e, no final, havia a incerteza de quem ficaria com o cinturão. E, por decisão unânime, Mayana Kellem foi declarada a vitoriosa do confronto. 

Após o resultado, a torcida de Rayla reclamou, e Mayana deu seu recado. “Entendo a torcida vaiar no calor das emoções, respeito a Rayla, mas fiz meu trabalho direitinho. não vim aqui para matar ninguém, vim pra me defender, e da próxima vou voltar ainda melhor”, disse  Mayana após defender com sucesso o seu cinturão. 

A terceira luta do card principal foi a disputa pelo cinturão interino Peso Meio Médio entre Raimundo “Tubarão” Santos (Nova União) e Jeferson Santos. O combate se deu principalmente no chão e foi bastante acirrado. No final, após cinco rounds, Raimundo “Tubarão” foi considerado o vencedor por unanimidade.

Melquizedeque “Melk cauthy” (Lobato Top Team) e Jr. Negão (Nova União RJ) fizeram mais uma luta Amazonas versus Pará, na penúltima da noite. O confronto foi marcado pelo equilíbrio entre os lutadores e pela intensidade alta de golpes e movimentações no octógono. Após três rounds, Jr. Negão foi considerado o vencedor por unanimidade. 

Como evento principal, o Mr. Cage 32 trouxe a luta de aposentadoria de Márcio Pontes (MPBJJ/Nova União), que enfrentou Jackson Brandão, no último confronto da noite, também entre Amazonas e Pará.

Márcio divertiu o público ao entrar no octógono ao som de Balão Mágico e com bastante descontração. Mas quando a luta começou, a coisa ficou séria.

Foi um combate de muitos golpes, chutes e socos, bem aplicados. Ao final, os árbitros  declararam Márcio Pontes o campeão.

“Graças a Deus, estou encerrando minha carreira com uma vitória. Não dá mais não, a chama acendeu e apagou. Também estou muito feliz pela nossa equipe, que teve 100% de aproveitamento, eu saí com uns cortes feios, mas faz parte, vou passar o ano novo com uns pontinhos a mais”, disse Márcio, muito festejado pela sua equipe e pelo seu filho, Marcelo “Pão de queijo”.  

“Deu tudo certo, nós ganhamos, eu e o meu pai, e também os outros integrantes da equipe. Agora quero seguir no MMA, e eu penso em lutar fora, no Shooto, em abril”, destacou Marcelo, que já faz sucesso como o pai na equipe Nova União.

Outros confrontos

Nas lutas preliminares, José ‘Besouro’ Siqueira, Jackson Velasco e Thiago Silva venceram suas lutas por nocaute. Williams “Preguição” venceu por finalização, e os lutadores Marcelinho Cavalcante e Marcelo “Pão de queijo” Pontes, foram os campeões da noite por decisão unânimes dos árbitros.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.