Publicidade
Esportes
Craque

Luxa poupa Márcio Araújo, Nixon e Everton, e treina pênaltis para a decisão contra o São Paulo

Jogadores não participaram das atividades neste sábado (24) na Colina mas, segundo o departamento médico, eles estarão à disposição de Luxemburgo para a partida de amanhã 24/01/2015 às 14:28
Show 1
Luxemburgo comandou treino na Colina
Denir Simplício Manaus

A tempestade que desabou em Manaus na manhã deste sábado (24) não impediu que o elenco do Flamengo treinasse do estádio Ismael Benigno - a Colina, na Zona Oeste da capital. Comissão técnica e jogadores seguiram com o planejamento visando a preparação da equipe para a grande final do torneio Super Series, na tarde deste domingo (25), na Arena da Amazônia, na Zona Centro-Oeste da cidade, contra o time do São Paulo.

Pontualmente às 10h o ônibus da comitiva rubro-negra aportou no estádio da Colina, que já contava com uma leva de torcedores a sua espera. Mesmo com a forte chuva, a massa não desanimou e esperou pacientemente pela abertura dos portões do estádio e acompanhou o treino da equipe. Confira a galeria de fotos.

Poupados

Do todo o elenco do Fla que desembarcou em Manaus na última terça-feira (20), apenas Márcio Araújo, Nixon e Everton não foram apara o gramado. No entanto, eles não são preocupação para o departamento médico do Flamengo. Com o campo pesado por causa da chuva, a comissão técnica rubro-negra achou melhor poupar os atletas para evitar um desgaste maior nos treinamentos e preservá-los para o duelo contra o Tricolor paulista.

Por falar em treinamento, o grupo do Mengo fez aquecimento leve e, em seguida, fez o que mais gosta nos treinos: disputaram um rachão. Por cerca de 30 minutos os atletas rubro-negros bateram sua tradicional pelada com direito a golaço do goleiro reserva Rodrigo. Marcelo Cirino  fez companhia na defesa da equipe “sem colete” aos laterais Pará e Leo Moura.

Após o disputado rachão, que acabou com a vitória do time “sem colete”, os vencedores posaram para a tradicional foto do time campeão. Cáceres e Canteros chamaram os companheiros e ainda tiraram um “sarro” do derrotados. Tudo na maior descontração e bom humor. Em seguida o paraguaio foi muito bom nos treino de cobrança de faltas.

Pênaltis

Pará, Frauches, Samir e Arthur Maia treinaram penalidades máximas a exaustão, afinal, em caso de empate no jogo deste domingo, contra o São Paulo, a decisão será nos pênaltis.

Publicidade
Publicidade