Publicidade
Esportes
Craque

Maior nome do MMA do Estado, José Aldo quer UFC em Manaus

Lutador amazonense veio a Manaus para uma série de compromissos. Aldo falou sobre a luta, do dia 3 de agosto, contra Anthony Pettis 12/03/2013 às 12:26
Show 1
Aldo vai tentar trazer UFC para Manaus
Lorenna Serrão Manaus (AM)

O campeão peso pena do Ultimate Fighting Championship – (UFC), o amazonense José Aldo, que nesta segunda-feira (11) participou do lançamento do Shooto Brasil, que acontecerá em Manaus no mês de junho, e que terá na luta principal o também amazonense Ronnys Torres, de Manacapuru (a 84 quilômetros de Manaus), afirmou que a luta com Anthony Pettis, confirmada para o dia 3 de agosto, será um divisor de águas na sua carreira “Meu pensamento está voltado para esse confronto, na luta com o Frankie Edgar eu provei que tenho condições de trocar de categoria, mas prefiro não falar nisso agora, quero esperar o resultado dessa próxima defesa, que é o meu foco atualmente”, disse o amazonense.

Ainda sobre os vários comentários que surgiram a respeito dessa luta, o atleta disse que é um campeão e que não tem preferência por qualquer adversário. “Eu não tenho isso de querer enfrentar alguém especificamente, sou campeão e em geral são os outros lutadores que pedem para lutar comigo. Eu continuo treinando, meu trabalho é esse. Sou funcionário do UFC e são eles que decidem quem deve ser o meu adversário”, pontuou.

José Aldo também mostrou o desejo de defender o cinturão dos penas em Manaus. “Tenho muitos sonhos, são eles que me motivam a seguir, um deles é lutar aqui (Manaus). Estou conversando com o secretário Fabrício Lima para tentarmos conseguir um local para o confronto de agosto. Se tivermos um local ficará mais fácil trazer um evento para cá. Sou campeão da terra e acredito que aqui é lugar ideal para receber um evento do UFC”, completou.

Nesta terça-feira, o campeão do UFC irá participar da inauguração do Centro de Lutas Diego Trindade e entrega da revitalização do Complexo Esportivo da Redenção, Zona Centro-Oeste. Para ele isso significa um passo muito importante na busca e formação de novos lutadores no Amazonas.

“Estou muito feliz em participar desde momento importante para o Amazonas, que é um grande celeiro de lutadores e agora com o apoio da Prefeitura e do Estado tenho certeza que vamos descobrir muitos outros “Josés Aldos” que precisam deste espaço para serem lapidados e se tornarem campeões do mundo.

Publicidade
Publicidade