Quinta-feira, 03 de Dezembro de 2020
FISCALIZAÇÃO NO TRÂNSITO

Mais de 300 condutores são autuados por blitze no final de semana no AM

Ao menos 29 autuações foram realizadas com base na Lei Seca. Outros 33 motoristas tiveram os veículos apreendidos e levados ao parqueamento do Detran-AM



Divulga__o-Detran_AM__2__C8CA843E-4191-46B2-A3F4-001AEC29F204.jpg Foto: Divulgação
26/10/2020 às 14:02

Durante blitze no final de semana, agentes do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) autuaram 304 motoristas por diversas irregularidades, sendo 29 autuações realizadas com base na Lei Seca. Dois condutores foram encaminhados para a delegacia, um deles por desacato e por dirigir sob o efeito de álcool, e outro por falsificação de documento e adulteração de sinal identificador do veículo.

De sexta-feira (23/10) até ontem (25/10), dos 977 veículos fiscalizados, 304 foram autuados por algum tipo de irregularidade, sendo que 33 motoristas tiveram os veículos removidos para o parqueamento do Detran-AM.



Além dos condutores flagrados dirigindo sob o efeito de bebida alcóolica, outros quatro se recusaram a fazer o teste do bafômetro. No entanto, como o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) prevê as mesmas sanções administrativas aplicadas aos motoristas embriagados, eles foram multados em R$ 2.934,70 e autuados por infração gravíssima, tendo aplicados sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Desacato e embriaguez

Durante blitz realizada pelo Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot) na rua do Comércio, bairro Parque 10 de Novembro, na madrugada de domingo (25/10), um motorista de 39 anos foi detido por dirigir alcoolizado e por desacato. Ele tentou evitar o flagrante de alcoolemia buscando intimidar os agentes, dizendo ser sobrinho de uma autoridade.

Durante a ação, ao ser solicitado que apresentasse o documento do veículo e sua carteira de habilitação, o condutor desembarcou do veículo, momento em que os agentes perceberam que ele estava visivelmente embriagado. Segundo os agentes de trânsito, ele foi solicitado a realizar o teste do bafômetro, mas se negou.

Além disso, o veículo estava em atraso e, no momento em que eram lavradas as autuações, o motorista tomou o documento da mão do agente e os rasgou. Em seguida ele ainda subiu na plataforma que “guinchou” seu veículo e acabou caindo. O homem, que dirigia um veículo modelo Gol, de cor preta, foi encaminhado à delegacia.

“Assim que ele foi flagrado pelos nossos agentes, tentou dissuadi-los dizendo que era parente de uma autoridade. Mas, nas nossas operações, não existe essa história de ser parente de A ou B. Se estiver irregular, vamos agir conforme manda a lei. Infelizmente, devido a essa atitude, o condutor foi apresentado em flagrante na delegacia por estar visivelmente embriagado e pelo desacato”, explicou o coordenador-geral do Neot, Victor Mansur.

Documento

Na noite de domingo (25/10), outro motorista foi encaminhado à delegacia. Dessa vez o motivo foi a adulteração de chassi de uma motocicleta e a apresentação de um documento, possivelmente adulterado.

O caso aconteceu em uma blitz realizada no bairro Parque Riachuelo, na zona oeste da capital. O condutor de 32 anos pilotava uma motocicleta e, ao ser parado pelos agentes do Neot, foi constatado que ele não portava o documento do veículo e também pilotava o veículo sem ser habilitado.

Além dessas duas infrações, os agentes verificaram a adulteração no chassi da motocicleta e encaminharam o caso à delegacia da área. Lá, um parente do condutor apresentou o documento do veículo que, segundo os agentes, apresentava indícios de adulteração. O caso deverá ser investigado pela Polícia Civil.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.