Publicidade
Esportes
NO MERCADO

Manaus busca reforços e presidente afirma: 'As conversas estão bastante adiantadas'

Após duas derrotas seguidas, diretoria do Gavião do Norte garante a permanência da comissão técnica, mas corre atrás de reforços para o restante da temporada 19/02/2019 às 16:02
Show  asl1140 a11894a5 87c6 40b0 ac81 9f3ac86ae509
A ideia da diretoria é preencher todas as lacunas do atual elenco. (Foto: Antônio Lima)
Valter Cardoso Manaus (AM)

O Gavião segue voando, mas os ventos não parecem soprar a favor. Na última semana, o Manaus foi eliminado da Copa do Brasil em um jogo dramático e, logo depois, uma derrota para o maior rival, pelo Estadual, mesmo com um jogador a mais durante a maior parte da partida. Com o cenário adverso, a diretoria do clube trabalha forte para evitar que o time enfrente uma turbulência.

Mesmo com os dois resultados negativos em sequência, o comando técnico da equipe não deve sofrer mudanças. “A priori, o Cavalo é o treinador e toda a comissão técnica ainda permanecem”, explicou o presidente do Manaus, Giovanni Silva. 

Se no comando técnico o time segue sem mudanças, no elenco as novidades devem aparecer em breve. Nos bastidores, a diretoria segue se mobilizando para fortalecer o elenco.  

“A possibilidade continua em aberto. Desde que começou a competição que nós sentimos a falta de um homem como segundo volante, aquele cara que dá saída de bola na frente da zaga, um segundo volante com qualidade para fazer o passe no meio de campo, e nós não temos esse homem, hoje, no Manaus. Então desde o ano passado nós procuramos, estamos em conversa com mais de três jogadores nessa posição, como também estamos em conversa com um jogador atacante de lado e provavelmente um meia de armação. Estamos sondando vários nomes”, revelou Giovanni, que também transpareceu otimismo em relação à chegada dos novos reforços. “As conversas estão bastante adiantadas, a qualquer momento esses nomes poderão se transformar em contratações”, completou.

Se o assunto forte são as chegadas, uma saída também chamou a atenção no clube. Na última semana, Assisinho acertou a saída do clube mesmo tendo atuado apenas duas vezes pelo Gavião, após chegar com status de estrela do time, mas a diretoria faz questão de afastar qualquer indício de crise por conta da partida. De acordo com o presidente do Manaus, a decisão partiu do jogador já que a família do atleta não se adaptou à cidade e uma oferta foi feita por ele.  

“A família não estavam bem em Manaus e os caras lá do clube de lá resolveram pagar um determinado valor para o clube, então nós liberamos o Assis”, explicou Giovanni.

Cenário

Após a derrota para o Nacional, o Manaus caiu para a quarta posição do Campeonato Amazonense, no limite da zona de classificação para a semifinal do primeiro turno. Na próxima rodada, o Gavião do Norte enfrenta o Rio Negro e busca reconquistar a confiança do seu torcedor na busca pelo tricampeonato estadual. Além do Barezão, o Manaus ainda tem Copa Verde e Série D no calendário de competições de 2019. 

Publicidade
Publicidade