Domingo, 09 de Maio de 2021
Vitória

Manaus derrota Nacional e encaminha classificação para a final do Barezão

Com dois gols de Diego Rosa e um de Assis, o Gavião venceu o Leão por 3 a 0 na Colina



180776861_10225976229816867_1564682662446673670_n_68BAD7AC-7C2E-4A09-86CA-C2A8420D2CEB.jpg Foto: Gilson Meloo
01/05/2021 às 19:04

Na tarde desde sábado (1), o Manaus venceu o Nacional por 3 a 0, no estádio da Colina, pelo jogo de ida das semifinais do Barezão 2021. Com gol de cabeça de Assis no primeiro tempo e Diego Rosa marcando duas vezes - ambas de pênalti -, o Gavião garantiu boa vantagem para a próxima partida diante do Leão. No próximo sábado (, o esmeraldino pode perder por até três gols de diferença que ainda assim conquista a vaga para final.

O Nacional veio para a partida mais retrancado, com Bandeira jogando atrás junto com Henrique e Cris. Com isso, as equipes quase não levaram perigo nos primeiros minutos. O Manaus ainda teve uma oportunidade aos 6 minutos, com Gabriel Davis lançando Erivelton, que da entrada da grande área, bateu colocado, mas a bola passou por cima do gol.

A partida seguiu sem muita criação de jogadas. O Leão tentava achar espaço com toques rápidos. Já o Gavião chegava a pressionar, mas a zaga adversária fazia bem o trabalho. Dentro da área, aos 31, Diego Rosa tocou para Erivelton - mais uma vez - mandar para fora.

Aos 34, o time azulino teve chance com Roberto cobrando falta, mas a bola quicou antes e facilitou a defesa de Gleibson. Aos 36, Leozinho avançou no contra-ataque, tocou para Vitinho na direita, que achou Baé no meio. O camisa 8 arriscou de de fora da área, mas a bola passou longe do alvo.

Aos 42, Davis bateu falta que desviou na barreira e Adrian caiu seguro. Já nos acréscimos, aos 47, Diego Rosa bateu lateral e Marcelo vacilou levantando a mão e batendo na bola. O árbitro Raimundo José assinalou falta e Davis na cobrança achou Assis subindo mais alto na área e completando de cabeça para o fundo do gol.

Para a segunda etapa, ambos os times vieram com mudanças no ataque. Pelo Manaus, Vanilson entrou no de Gilson Alves. Já Alan George sacou Roberto para colocar Lucas Gadelha.

Aos 9, o Gavião chegou com Erivelton tocando para Vanilson chutar, mas Adrian chegou fechando. O jogo seguiu com as equipes tentando criar jogadas, mas sem muitas chances claras de gol.

O esmeraldino conseguiu ampliar em dois lances de penalidade batidos por Diego Rosa. Aos 28, a bola bateu no braço do zagueiro Cris e aos 30, Rosa cobrou para um lado e Adrian caiu para o outro. E após bola cruzada para Vanilson, aos 41, Romão chegou com pé alto e o árbitro assinalou mais um pênalti. Mais uma vez na cobrança, o camisa 7 marcou o terceiro do Manaus. 




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.