Publicidade
Esportes
TUDO IGUAL!

Manaus e Fast empatam e enrolam de vez a briga pelo G4 do Campeonato Amazonense

Com o resultado, os times chegam a 20 pontos igual a todas as outras equipes que ocupam o G4 da competição. 06/05/2017 às 16:28
Show zcr040601 p01  2
Em jogo marcado pelo equilíbrio, Hamilton marcou para o Manaus e William Sarô descontou para o Fast. (Foto: Antônio Lima)
Valter Cardoso Manaus-AM

O confronto entre terceiro e quarto colocados do Barezão terminou da mesma maneira como Fast e Manaus começaram a rodada: em igualdade. As equipes empataram em 1 a 1, nesta sexta-feira (05), no estádio Carlos Zamith. Com gols de Hamilton para o Gavião e William Sarô para o Rolo Compressor.

Em um jogo equilibrado e sem chances claras dos dois lados, as duas equipes chegaram aos 20 pontos, mesma pontuação dos outros dois times do G4. “Foi um jogo muito parelho. O Fast mudou um pouquinho, teve uma motivação diferente, mas nós jogamos dentro daquilo que eram as nossas possibilidades. Estamos chegando, se ganhar do Princesa na próxima partida, chegamos nas finais”, analisou Aderbal Lana, técnico do Manaus.

Estreando como técnico interino, Donmarques também aprovou o resultado e atuação do Fast. “O Fast é isso, é um time que sabe jogar e a gente só precisa fazer ele jogar, acreditar neles e incentivá-los”, explicou o membro da diretoria do clube, que ressaltou que o time ainda procura um novo treinador para ocupar o cargo deixado por João Carlos Cavalo.

O jogo
Aos 7 minutos de partida, Átila avançou pela lateral direita e achou Hamilton na área. O meia subiu mais que a zaga e cabeceou firme para abrir o placar.

O gol acendeu o Manaus, que quase ampliou aos 11, em chute perigoso, que saiu ao lado do gol defendido por Maik Douglas. O Fast só conseguiu assustar aos 22, quando Tiago Felix avançou, ganhou da zaga, invadiu a área, mas finalizou mal.

A lateral esquerda continuou sendo o grande trunfo do Manaus no primeiro tempo. Aos 28, Hamilton achou Átila, livre, que cruzou para Netinho. O meia até subiu bem, mas finalizou para fora. Também de longe, Robinho levou perigo ao gol do Gavião aos 39. Logo em seguida, o gol do empate. Com 41 minutos, em falta de média distância, Robinho rolou para William Sarô, que finalizou forte, contou com desvio no meio do caminho e igualou o placar.

Na segunda etapa, o jogo ganhou em equilibro e perdeu em emoção. Aos 36, o primeiro grande lance de perigo saiu dos pés de Felipe, do Fast, que recebeu a bola na diagonal após jogada de contra-ataque. Na finalização, o atacante chutou na trave.  Nenhum dos dois times conseguiu sair do empate até o apito final.

Publicidade
Publicidade