Sexta-feira, 19 de Abril de 2019
publicidade
40172721913_1ed5158a92_k_90EDA4AB-2237-48F6-A3E9-4D21DDAE779C.jpg
publicidade
publicidade

DECISÃO

Manaus e Nacional disputam final do segundo turno do Campeonato Amazonense

A partida acontece a partir de 20h desta quarta-feira (10) no estádio Ismael Benigno, a Colina,  e coloca frente a frente os dois times que se consolidaram no segundo turno.


09/04/2019 às 20:40

O jogo vale muito. Além de garantir vaga na grande decisão do Campeonato Amazonense desta temporada, o campeão do segundo turno já conquista calendário em competições nacionais para 2020. No campo, o atual bicampeão estadual e o maior campeão do Estado: Manaus e Nacional.


A partida acontece a partir de 20h desta quarta-feira (10), no estádio Ismael Benigno, a Colina,  e coloca frente a frente os dois times que se consolidaram no segundo turno.  O Gavião do Norte, por exemplo, conquistou a liderança dessa etapa da competição após uma campanha praticamente perfeita. Foram seis vitórias e apenas um empate na fase de classificação. Na semifinal, diante do Iranduba, uma sonora goleada por 5 a 0 garantiu ao Verdão da capital  uma chegada tranquila à decisão do returno.

Além da grande fase, o Gavião tem outro aliado para a partida: o regulamento. 

Com o primeiro lugar na etapa classificatória do returno, o Manaus pode até empatar para celebrar a conquista, e nesta edição do Barezão, sempre que um time entrou em campo com vantagem, avançou. Ainda assim, o discurso dentro do elenco do Alviverde é de respeito ao adversário. “A expectativa é a que a gente sempre tem quando vai enfrentar jogos decisivos. É um jogo que vai ser decidido nos detalhes, já que a fase das duas equipes é muito boa, tanto o Nacional quanto o Manaus. Acho que é um prenúncio de um grande jogo porque sabemos que mereceram decidir o título”, avaliou Welington Fajardo, técnico do Gavião do Norte.  

Experiente, Aderbal Lana, técnico do Nacional, não se assusta com a vantagem do adversário e traça uma estratégia simples, mas eficaz,  para buscar o título do segundo turno: jogar para vencer.  “A fórmula é jogar, não tem outra fórmula. É tentar jogar, fazer o que a gente tem feito. Sabemos que hoje o Manaus é favorito, a gente tem escutado a imprensa. Hoje mesmo vi no vídeo de um programa esportivo que o Manaus é uma equipe que está muito na frente das outras. Eles têm 9 vitórias e nós só temos 8, o Nacional é a equipe que mais fez gols, mas o Manaus é favorito, e a gente vai ter que jogar para fazer com que isso se torne, na realidade, uma vitória para a gente”, comentou Lana.  

Ofensivos

Além de reunir os dois melhores times do segundo turno, o confronto marca também a disputa entre os dois melhores ataques de todo o Estadual. O Nacional soma 29 gols marcados em toda a competição, enquanto o Manaus, com 28, tem um gol a menos que o rival. 

Curiosamente, o setor ofensivo do Leão era uma das maiores dores de cabeça de Aderbal Lana, mas virou o grande trunfo da equipe para a fase decisiva do Campeonato Amazonense. “Alguns jogadores que começaram a ter um rendimento melhor a nível ofensivo pelo tempo de trabalho. É um campeonato curto, os jogadores chegaram de última hora, não tiveram condição de fazer uma pré-temporada melhor fisicamente e com o passar do tempo eles foram encaixando, adquirindo um condionamento físico melhor e as coisas começaram a funcionar. O próprio Léo Mineiro foi um jogador que demorou a pegar condicionamento físico, o próprio Ray também. Esse é o problema de ser um time montado às pressas, na correria, e as coisas vão se ajustando naturalmente”, analisou Lana. 

Se o assunto é gol, pelo lado do Manaus é o meio de campo quem está vivendo fase artilheira.  Ainda assim, um dos destaques da fase recente, Panda, é desfalque para a decisão diante do Nacional, mesmo assim, a avaliação da comissão técnica é de que o time está pronto para suprir essa ausência.  “Há uns dez dias eu tinha chamado os quatro volantes para dizer que ali estou muito tranquilo. Qualquer um dos quatro que eu colocasse no jogo o rendimento não cairia. Então estamos muito tranquilos”, garantiu Fajardo, comandante do Gavião

Em contagem regressiva para a grande partida, os torcedores podem adquirir a entrada para partida na bilheteria do estádio da Colina. Os valores dos ingressos são R$ 20, a inteira, e R$ 10, a meia-entrada.

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.