Quarta-feira, 27 de Outubro de 2021
Chances diminuem

Manaus empata com Ferroviário-CE e perde chance de garantir vaga antecipada na 2ª fase da Série C

Gavião Real abriu o placar com gol contra de Richardson e tomou o empate no apagar das luzes da primeira etapa, com Gabriel Silva. Para garantir a classificação, o Manaus precisará pontuar contra o Paysandu-PA, no próximo sábado (25)



manaus_fc_x_ferroviario-ce_-_gilson_mello_EA8E8B2C-DA50-42C4-98F0-ACC566E7CA59.jfif Foto: Gilson Mello
19/09/2021 às 17:48

Desperdiçando mais uma oportunidade de garantir vaga no quadrangular, o Manaus empatou com o Ferroviário-CE por 1 a 1, na tarde deste domingo (19), no estádio Ismael Benigno, a Colina, pela 17ª rodada da Série C. Os gols da partida foram marcados todos no primeiro tempo. Aos 19, Richardson mandou para o próprio patrimônio, após cruzamento de Daniel Costa pra dentro da grande área. E aos 47, Gabriel Silva empatou o marcador.

Para garantir a classificação, o Manaus precisará pontuar contra o Paysandu-PA, no próximo sábado (25), às 16h (horário local), na Curuzu, pela última rodada do grupo A. Com 26 pontos, o Gavião Real se mantém na segunda posição, mas podendo cair para o terceiro lugar em caso de vitória do Tombense-MG contra o Santa Cruz (já rebaixado). Na quinta posição e com 23 pontos, o Botafogo-PB enfrenta a Jacuipense-BA e pode entrar no G4, empatando em pontos com o Gavião, mas ficando atrás pelos critérios de desempate.



Primeiro tempo

Tomando iniciativa, o Ferrão começou com mais intensidade. O lateral Emerson dominou a bola no meio-campo, cruzou no segundo pau, o zagueiro Vitão curtindo uma de atacante tentou a finalização, mas a bola saiu por cima do gol. Aos 7, Berguinho ganhou no pé de ferro pela esquerda, invadiu a área, mas na hora de cruzar rasteiro, Dudu Mandai se jogou pra afastar o perigo. Quanto minuto depois, a primeira boa decidida do Manaus. Denilson saiu da área para dar opção, tentou tocar em profundidade para Guilherme Mira, mas acabou errando na dose e a bola ficou melhor para a defesa.

Foto: Gilson Mello

Aos 13, em trama no contra-golpe, Gilson Alves tocou para Edvan pela direita, que cruzou rasteiro, mas Vitão chegou primeiro que o centroavante Denilson e evitou o primeiro gol do Gavião Real. Com o relógio marcando 19, o Manaus abriu o placar. Apos Guilherme Pira brigar pela bola no lado esquerdo e arrumar uma falta, Daniel Costa cobrou com muito veneno para dentro da área na direção do gol e Richardson mandou para o próprio patrimônio, gol contra. 

Com o jogo mais cadenciado, o Manaus conseguiu segurar o ímpeto inicial do Ferrão, que passou a ter dificuldades para fazer a ligação para os seus homens de frente, Berguinho e Edson Cariús. Aos 41, Daniel Costa tocou para Edvan no corredor, o lateral botou na cabeça de Gilson Alves dentro da área, mas a testada saiu torta e foi pra fora. No último lance, o castigo. Berguinho passou por Dudu Mandai pelo lado direito, que cruzou rasteiro e Gabriel Silva apareceu sem marcação dentro da área para colocar pro fundo da rede.

Segundo tempo 

Com 52 segundos de etapa final, um lance polêmico. Após Denilson brigar com a defesa dentro da grande área e a bola sobrar para Gilson Alves, o volante recebeu um contato do lateral Emerson, mas o árbitro paulista mandou seguir o jogo. Aos 4, Dudu tocou para Guilherme Pira dentro da área, o atacante chutou, Rafael Pitanga rebateu pra frente, Pira tentou pegar a sobra, mas o zagueirão do Ferrão chutou em cima dele e a bola foi pra fora.

Aos 10, no contra-ataque, Emerson tocou para Augusto por trás da defesa, o atacante chutou cruzado, a bola passou na frente de Edson Cariús, que ainda conseguiu dominar a bola do outro lado, chutou com a perna canhota, mas ela subiu por cima do gol de Gleibson. Com mais facilidade para chegar ao ataque, o time visitante se sentia a vontade para criar as oportunidades. Principalmente pelo lado esquerdo do ataque. Quando o relógio marcava 22, após abafa, Douglas Lima tentou arriscar do meio da rua, mas a bola saiu pelo lado esquerdo do gol de Pitanga. Com 30, após bola que veio da esquerda pra direita, Igor tocou para Douglas Lima na entrada da área, o meia engatilhou a esquerda e bateu pro gol, mas Rafael Pitanga caiu para fazer a defesa.

Foto: Gilson Mello

Aoa 32, na bola parada do escanteio, Daniel Costa colocou no segundo pau, Derlan triscou para dentro da pequena área, a bola ainda passou por Pitanga, mas não tinha nenhum atacante do Manaus para definir. Com 38, sempre pelo lado esquerdo, Augusto subiu solto em velocidade, cruzou para a grande a área a meia altura, mas a bola passou com muito perigo, sem que ninguém pudesse escorar. Aos 45, no última lance de mais perigo na partida, Yuri cobrou falta rente a área pelo lado esquerdo, a bola saiu colocado e Gleibson caiu para fazer a defesa.

Ficha Técnica

Manaus 1 x 1 Ferroviário-CE (17ª rodada do Campeonato Brasileiro - Série C)

Local: Ismael Benigno 
Data: 19 de setembro de 2021, domingo
Horário: 15h00

Árbitro: Douglas Marques (SP) 
Gols: Richardson contra (19', 1°T) - (MFC); Gabriel Silva (47', 1°T) - (FAC)

Manaus: Gleibson; Edvan (Igor), Luis Fernando, Marcelo Augusto e Dudu Mandai; Derlan, Gilson Alves (Douglas Lima), Gabriel Davis (Vitinho) e Daniel Costa; Guilherme Pira (Júlio)e Denilson
Técnico: Evaristo Piza

Ferroviário-CE: Rafael; Lázaro (Yuri), Vitão, W. Richardson e Emerson; Wesley Dias, Sousa Tibiri (Dudu), Mauri (Dioguinho); Berguinho (Diego Viana), Gabriel Silva (Augusto)
Técnico: Gerson Gusmão Edson Cariús
Técnico: Francisco Dia

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.