Publicidade
Esportes
Amistoso

Em último teste antes da estreia no Barezão, Manaus é derrotado nos pênaltis

O atual campeão amazonense empatou em 1 a 1 no tempo normal, mas perdeu por 4 a 2 nos pênaltis para o Baré-RR. Duelo foi a primeira partida interestadual do Gavião do Norte 13/01/2018 às 19:38
Show manaus
Foto: Emanuel Siqueira/ Emanuel Sports
Camila Leonel Manaus (AM)

O Manaus FC convidou o Baré para o amistoso de entrega de faixas pelo título do campeonato estadual de 2017 e fazer o último teste do time antes da estreia contra o Nacional, no dia 20 pelo Barezão. Mas faltou combinar a festa com os visitantes.

No tempo normal, o Manaus abriu o placar com bela cobrança de falta de Panda, mas Luis Carlos, no fim do jogo empatou a partida, levando o duelo para os pênaltis. Nas penalidades, os roraimenses venceram por 4 a 2 e fizeram a festa no estádio do Sesi, Zona Leste de Manaus, na tarde deste sábado (13).

O Gavião do Norte, comandado pelo técnico Wladimir Araújo, entrou em campo com Jonathan, Tiago Granja, Deurick, Paulão, Zadda, Panda, Cleitinho, Juninho, Hamilton, Nena e Rossini. Apenas três destes jogadores (Jhonatan, Deurick e Hamilton) estiveram na temporada de 2017.

De acordo com o técnico, esse time deve ser titular contra o Nacional no jogo do dia 20 de janeiro, às 15h, no estádio Carlos Zamith, pela primeira rodada do Campeonato Amazonense.

“Claro que tem que evoluir, mas quando a gente tava com o time principal tivemos o domínio do jogo. Hoje era pra ver, testar as peças de reposição que a gente tem porque o campeonato começa semana que vem e a gente não pode errar. O teste foi muito bom e os detalhezinhos a gente vai corrigir durante a semana”, declarou.

O jogo

Com a falta de ritmo típico de início de temporada, mais o campo pesado após a forte chuva que caiu em Manaus, o time começou em ritmo lento, errando muitos passes. As principais jogadas eram construídas pelo lado direito e com o passar do tempo, as chances foram começando a aparecer.

Rossini recebeu a bola na frente da área, mas chutou para fora. Jonas, do Baré, tentou responder e forçou o goleiro do Gavião a tirar uma bola com a ponta dos dedos. O gol do Manaus saiu aos 40 minutos do primeiro tempo, quando Panda bateu falta perto da meia lua. O camisa 5 chutou colocado, sem chances de defesa para o goleiro Douglas.

No segundo tempo, o técnico Wladimir Araújo mudou o time inteiro, inclusive o goleiro Jonathan pelo reserva, Milton. Na primeira defesa difícil, ao sair do gol para evitar o empate, ele caiu e se machucou. Como o goleiro Jonathan não poderia retornar ao campo, o jogador teve que continuar no sacrifício.

O Manaus começou a agredir mais o Baré, mas ficou exposto na defesa, cedendo contra-ataques ao adversário. Foi em uma dessas jogadas que Luís Carlos empatou, aos 44 minutos, após chutar na saída do goleiro do Manaus.

Manaus perdeu dois pênaltis

Nas penalidades, Bruninho abriu a cobrança para o Baré e converteu, Wander teve seu chute defendido, Douglas Ribeiro fez 2 a 0, Napão diminuiu para 2 a 1, Lucas Sudário aumentou a contagem para o Baré, Tiago Amazonense tentou bater à meia altura, mas o goleiro pegou a cobrança, Jefferson perdeu sua cobrança, Romarinho converteu, dando sobrevida ao Manaus, mas Fabinho tratou de fechar a contagem para o time roraimense, garantindo a vitória.

Publicidade
Publicidade