Quinta-feira, 02 de Abril de 2020
NOS ACRÉSCIMOS

Manaus leva gol nos acréscimos, mas empata na sequência e vai à final do turno

Fast abriu o placar aos 48 do segundo tempo, mas viu Thiago Spice empatar aos 51. Elenco tricolor protestou contra a arbitragem ao final do jogo



75d77419-ef23-49f8-9b7f-0cc0fa974ad6_076764A4-AC88-4A6A-895A-B07F001BBB0A.jpg Fotos: Eraldo Lopes/Freelancer
26/02/2020 às 23:40

Foi de tirar o fôlego, mas o Manaus a classificação à final do primeiro turno Barezão. Depois de ficar atrás do placar nos acréscimos, o Gavião do Norte empatou no 'apagar das luzes' com Thiago Spice - o gol tricolor foi marcado por Carlinhos Rocha. Ao final do jogo, a diretoria fastiana protestou contra a arbitragem por possível impedimento no gol de Spice.

Na zona mista da Arena da Amazônia, Welington Fajardo, treinador do Manaus, negou influência da arbitragem no resultado. "Se houve erro da arbitragem, houve para o dois lados. No primeiro tempo tivemos um pênalti não marcado. Penso que o resultado privilegiou a equipe que buscou mais o gol", afirmou o técnico do Gavião do Norte.



Sem bola nas redes

A primeira etapa não trouxe gols aos torcedores que se fizeram presentes à Arena. A melhor oportunidade veio com Gabriel Davis, logo aos 8 minutos. Após passe de Mateus, o meia saiu cara a cara, mas tentou encobrir o goleiro Rangel e falhou. O Gavião também chegou perto com Derlan, que arriscou de longe e viu a bola raspar na trave.

O Fast, por sua vez, parava em Jonathan, que vive grande fase. Primeiro, o goleiro fez linda 'ponte' em chute de Sarôa, aos 16 minutos. Depois, nos acréscimos da primeira etapa, o zagueiro Calieri cobrou a falta com potência, rasteiro, e Jonathan defendeu sem dar rebote.

Classificação de tirar o fôlego

O próprio Calieri, que chegou perto de marcar no final da primeira etapa, ajudou o Manaus logo no início do segundo tempo. Em disparada de Mateus, o zagueiro só conseguiu pará-lo com falta dentro da área. Na cobrança, Hamilton parou em grande defesa do goleiro Rangel. 

Mesmo com um a menos, o Fast conseguiu o gol necessário para a classificação. E ele veio aos 48 minutos de jogo. Paulinho bateu o escanteio e o zagueiro Carlinhos Rocha marcou. Era a classificação heroica do Tricolor de Aço. 

Porém, na sequência, três minutos depois, o zagueiro Thiago Spice, em posição duvidosa, aproveitou bate-rebate na área, empatou a partida e selou a classificação do Gavião do Norte. 

"É o Manaus que está em campo, a gente sabe que eles serão favorecidos. Não tem mais o que fazer, é pensar no segundo turno. Parabenizo a arbitragem", declarou Sarôa, meia do Fast, ao final do jogo.

News leonardo 9028af08 26fb 4271 b322 4409cded8370
Repórter do Craque
Jornalista em formação na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e repórter do caderno de esportes Craque, de A Crítica. Manauara fã da informação e que procura aproximar o leitor de histórias – do futebol ao badminton.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.