Quarta-feira, 19 de Fevereiro de 2020
CAMPEONATO

Manaus Moderna vence Grêmio Parque 10 e é bicampeã do Peladão Feminino

Com 100% de aproveitamento na competição, o Grêmio Parque 10 começou em cima da equipe do Centro, mas decisão aconteceu nos pênaltis, na Arena da Amazônia



WhatsApp_Image_2019-12-28_at_16.32.22__1__9441504E-0408-4722-99D2-C278712C7DAF.jpeg Foto: Junio Matos
28/12/2019 às 16:52

Teve grito de 'bicampeão!' na Arena da Amazônia! Hoje, na final da categoria Feminino, a Manaus Moderna venceu o Grêmio Parque 10 por 4 a 3, nos pênaltis, e conquistou o título do Peladão pela segunda vez em sua história. No tempo normal, a partida que iniciou às 15h terminou empatada em 0 a 0. 

Treinador da equipe, Elson Esteves também foi bicampeão do torneio. Em 2015, em seu primeiro ano como treinador da Manaus Moderna, ele foi o comandante da equipe que conquistou o primeiro título do time do bairro Centro. 



"Está sendo muito gratificante. Fomos premiados pelo nosso trabalho, que iniciou ainda no começo do ano. Foi um trabalho longo. Falei para elas que se trabalhássemos, Deus iria nos abençoar", afirmou o treinador da equipe campeão do Peladão Feminino. 

Equilíbrio nos 50 minutos

Com 100% de aproveitamento na competição, o Grêmio Parque 10 começou em cima da equipe do Centro. Os primeiros ataques vinham com a atacante Bel. Mas quem mais chegou perto de marcar foi a volante Nath Pitbull, que cobrou falta e viu a bola ser tirada em cima da linha, aos 15 minutos. 

Após esse lance a Manaus Moderna melhorou. E aos 19 minutos de jogo, a equipe campeã do Peladão em 2015 quase abriu o placar com Irllen, pelo alto. A camisa 22 cabeceou, mas a bola foi tirada em cima da linha, duas vezes, pela zagueira Eloiza. Primeira etapa com o placar sem sair do zero. 

Na volta do intervalo, o Tricolor do Parque 10 veio com mudanças. A camisa 10 Karen, que se lesionou, foi uma das substituídas e deu lugar para Paty. Foi ela quem quase abriu o placar aos 11 minutos, quando carimbou a trave após cruzamento de Deise. Sem conseguir aproveitar as oportunidades criadas, as equipes viram a decisão ir para os pênaltis. 

Na marca da cal

O aproveitamento nas primeiras três séries de cobranças foi ótimo. Para a Manaus Moderna, Carlinha, Ivanilza Crack e Giselinha marcaram. Do outro lado, pelo Grêmio, Nath Pitbull, Deise e Paty também converteram. Mas nas alternadas, foi Debora quem errou para o Parque 10 e a Manaus Moderna levou a taça.

Ficha técnica
Grêmio Parque 10: Mariana; Débora, Maria (Victoria Cabral), Eloiza, Cilene; Dayane, Nath Pitbull, Karen (Paty); Deise, Bel, Esterzinha. Tc: Marcelo Galvão 
Manaus Moderna: Liviane; Jaque, Ivanilza Crack, Mary, Giselinha; Baiana, Raimunda, Nilda, Lu; Irllen, Carlinha. Tc: Elson Esteves

News leonardo 9028af08 26fb 4271 b322 4409cded8370
Repórter do Craque
Jornalista em formação na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e repórter do caderno de esportes Craque, de A Crítica. Manauara fã da informação e que procura aproximar o leitor de histórias – do futebol ao badminton.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.