Sábado, 24 de Julho de 2021
FUTEBOL

Manaus tenta fazer as pazes com a vitória em partida contra o Floresta-CE, neste sábado

Válida pela terceira rodada do grupo A da Série C, o confronto começa às 16h e acontece na Arena da Amazônia



WhatsApp_Image_2021-06-12_at_10.22.12_55E95362-2171-4B19-AA4A-B2EE07D36238.jpeg Foto: Iago Albuquerque
12/06/2021 às 10:23

E no dia dos namorados, o Manaus tentará se ‘reconciliar’ com a vitória na tarde deste sábado (12), às 16h (horário local), ao receber a equipe do Floresta-CE, na Arena da Amazônia, pela terceira rodada do grupo A da Série C. Na sexta posição com três pontos e vindo de uma derrota por 5 a 0 na última rodada, o técnico Marcelo Martelotte afirmou que não existe tensão dentro do elenco, mas não isentou a si próprio e nem o seu grupo da responsabilidade de voltar ao caminho das vitórias.

“Não existem pontos de tensão, existe a responsabilidade, e ela está inerente ao futebol, independente do resultado. É lógico que sofrer uma derrota como nós sofremos em Volta Redonda, alguns ajustes precisam ser feitos, algumas cobranças precisam ser feitas, justamente porque o clube é um clube de tradição, que tem objetivos grandes e por trás disso vem a nossa responsabilidade”, afirmou o técnico esmeraldino. Mas não existe ponto de tensão. 



Sobre a equipe passar por mudanças para o confronto contra o Verdão da Vila, Martelotte respondeu que qualquer equipe passar por alterações, até mesmo nas vitórias. O técnico também apontou para a dificuldade da comissão técnica conseguir repetir um time em todos os jogos.

“Mudanças existem mesmo após vitórias. Mudanças táticas, mudanças do adversário, em relação até a nossa própria estratégia, independente de vitória ou de derrota, sempre trabalhamos em cima do próximo jogo e sempre existem mudanças, não só nas ideias e conceito, mas também na equipe, pois dificilmente a gente consegue repetir o mesmo time de um jogo para o outro, então não seria diferente essa semana”, frisou o técnico.

Martelotte continua e diz que o trabalho do seu time não foge dos seus conceitos, leva em consideração o adversário e sinalizou para a possibilidade de mudanças, principalmente na postura da equipe.

“É lógico que trabalhamos muito em cima das nossas características, mas também do que vem apresentando nosso adversário e a gente pretende mudar sim, principalmente em relação a nossa postura do segundo tempo do jogo contra o Volta Redonda”, 

Provável escalação

Em fase de transição, Dudu Mandai e Márcio Passos são desfalques para a partida. O volante Vinicius Barba e o atacante Philip foram entregues ao preparador físico nesta semana, participaram do rachão de sexta-feira e podem ser novidades no time de Martelotte. Com o placar elástico da última rodada, o treinador esmeraldino poderá promover mudanças no setor defensivo. Desta forma, Renan Rocha no gol e Ronaell na lateral-esquerda são fortes candidatos para assumir as vaga de Gleibson e Assis. 

Com isso, o Manaus pode ir à campo com: Renan Rocha (Gleibson); Edvan, Luis Fernando, Spice (Marcelo Augusto ou Marcão) e Ronaell (Assis); Vinícius Barba (Allan Dias), Gilson Alves e Gabriel Davis; Douglas Lima (Philip), Diego Rosa e Vanilson. 

Arbitragem

O trio de arbitragem vem do Espírito Santo e será comandado por Arthur Gomes Rabelo. Os assistentes são Katiuscia Mendonça e Paulo Casanova. O quarto árbitro será Freddy Rafael  Lopes.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.