Sábado, 19 de Junho de 2021
SEM SUSTOS

Manaus vence Nacional mais uma vez e garante vaga na final do Barezão

Gavião do Norte consegue sua quinta final de Estadual seguida e agora espera o vencedor de Princesa e São Raimundo



D80C722C-2B15-4295-9E48-DB67228AF1DB_74C45902-3D8E-4AE2-9A13-045538395128.jpeg Foto; Iago Albuquerque
08/05/2021 às 18:27

Foi sem sustos e com autoridade, que o Manaus confirmou sua classificação para a decisão do Barezão 2021, ao vencer o Nacional pelo placar de 3 a 1, na tarde deste sábado (8), na Arena da Amazônia, pelo jogo de volta das semifinais do Campeonato Amazonense 2021. Com gols de Vanilson no primeiro tempo, Spice e Philip no segundo, o Gavião do Norte aplicou um sonoro 6 a 1 no agregado, levando em consideração os 3 a 0 obtidos no jogo de ida. O zagueiro Antony anotou o de honra para o Leão da Vila Municipal. 

Com este resultado, o Manaus é o primeiro finalista do Campeonato Amazonense 2021, garantiu vaga na Copa do Brasil e Copa Verde 2022. Além disso, espera de camarote pelo seu adversário na decisão, que sairá do duelo entre Princesa do Solimões e São Raimundo, na tarde deste domingo (9), às 15h30, no estádio Gilbertão, em Manacapuru. O Tubarão precisará vencer por três gols de diferença para tirar o Tufão da final



Primeiro tempo

Mesmo com a vantagem obtida na primeira partida, o Manaus começou mais ofensivo nos primeiros minutos. Com algumas jogadas de bola área, o Gavião do Norte chegou ao gol do goleiro Adrian. Por outro lado, o Nacional até tentou adiantar as linhas assim que o árbitro deu o início do jogo, mas logo recuou o time e apostou nos contra-ataques. Aos 7, na tabela com Edvan na entrada da área, Vanilson recebeu pelo lado direito da grande área, tentou encontrar alguém jogando no meio da bagunça, mas a bola passou por todo mundo.

Dois minutos depois, após Gabriel Davis colocar bola na área, Luis Fernando subiu para testar, a bola pegou no braço do zagueiro Varane e o árbitro Weden Cardoso Gomes assinalou pênalti. Na cobrança, Vanilson chutou no canto direito de Adrian, que ainda acertou o canto, mas a bola morreu dentro do gol. O Manaus ainda perdeu a chance de ampliar aos 18, quando Edvan tabelou pelo lado direito do ataque, desceu com velocidade, cruzou a meia altura para Vanilson que, sem marcação e só o goleirão do Naça à sua frente, acabou chutando em cima do arqueiro.

A primeira chance do Nacional surgiu aos 20, Vitinho saiu de frente com Gleibson, chutou com a perna esquerda, mas a bola saiu pelo lado direito do gol, sem direção, perdendo grande oportunidade de diminuir o prejuízo. O Manaus diminui o ritmo após a parada técnica e o Nacional perdeu algumas chances de empatar a partida. Com 32 minutos, Marcelo colocou na pequena área, Jones tentou cabecear, mas não alcançou a bola e ela saiu pelo lado direito da lateral. 

Antes do intervalo, o Manaus saiu jogando mal da defesa, Jones aproveitou a bobeira na entrada da área, chutou forte, mas a bola foi no meio do gol e Gleibson socou para longe.

Segundo tempo

Logo no primeiro minuto no retorno do intervalo, Edvan chegou com velocidade pelo lado direito do ataque, chutou cruzado, mas Adrian caiu com segurança para segurar a bola. Mesmo sem fazer muita força, o Manaus chegou ao segundo gol aos 12. Após cobrança de falta na grande área pelo lado direito, a bola viajou para o segundo pau, Spice apareceu sem marcação, testou firme e ampliou o marcador na Arena da Amazônia.

Aproveitando dos espaços que o Nacional oferecia, o Gavião passou a assustar em jogadas de contra-ataque. Aos 17, Diego Rosa avançou pelo centro, chutou na entrada da área, mas a bola saiu fraca e Adrian defendeu sem grandes dificuldades. Entretanto, um minuto depois, também valendo-se da bola parada, o Nacional chegou ao seu primeiro gol. Em cruzamento de escanteio pelo lado esquerdo, Antony subiu mais que a defesa do Manaus e cabeceou para o fundo da rede, sem chance para o goleiro Gleibson.

Mas valendo da ferramenta do contra-ataque rápido, Marcelinho tocou para Philip no comando de ataque, ele puxou para a perna esquerda, deixou o marcador no chão e, de frente com o arqueiro do Naça, o atacante do Gavião não titubeou e fez o terceiro do Manaus na partida. O Nacional ainda teve algumas oportunidades de diminuir no final da partida, mas o placar ficou por isso mesmo e o Manaus garantiu sua vaga na final do Estadual.

*Ficha Técnica*

Manaus 3 (6) x (1) 1 Nacional (Semifinais do Barezão 2021)
Local: Arena da Amazônia
Data: 8 de maio de 2021, sábado
Horário: 16h05

Árbitro: Weden Cardoso Gomes 
Gols: Vanilson (11’, 1ºT), Spice (12’, 2ºT) e Philip (24’, 2ºT) - (MFC); Antony (18’, 2ºT) - (NFC)

Cartões amarelos: Leozinho, Romão, Baé, Varane, Jones - (NFC); Assis, Anderson Paraíba, Gabriel Davis - (MFC)

*Manaus:* Gleibson; Edvan (Guilherme Amorim), Luis Fernando (Márcio Passos), Spice e Assis; Vinicius Barba (Gilson Alves), Gabriel Davis (Marcelinho) e Erivelton (Philip); Anderson Paraíba, Diego Rosa e Vanilson
Técnico: Luizinho Lopes

*Nacional:* Adrian; Marcelo, Chris (Antony), Varane e Romão; Baé, Roberto (Bruno) e Renatinho (Guto); Leozinho (Max), Vitinho (Rafinha) e Jones
Técnico: Alan George

o*

_Gavião do Norte consegue sua quinta final de Estadual seguida e agora espera o vencedor de Princesa e São Raimundo para saber o seu adversário na grande final_

Foi sem sustos e com autoridade, que o Manaus confirmou sua classificação para a decisão do Barezão 2021, ao vencer o Nacional pelo placar de 3 a 1, na tarde deste sábado (8), na Arena da Amazônia, pelo jogo de volta das semifinais do Campeonato Amazonense 2021. Com gols de Vanilson no primeiro tempo, Spice e Philip no segundo, o Gavião do Norte aplicou um sonoro 6 a 1 no agregado, levando em consideração os 3 a 0 obtidos no jogo de ida. O zagueiro Antony anotou o de honra para o Leão da Vila Municipal. 

Com este resultado, o Manaus é o primeiro finalista do Campeonato Amazonense 2021, garantiu vaga na Copa do Brasil e Copa Verde 2022. Além disso, espera de camarote pelo seu adversário na decisão, que sairá do duelo entre Princesa do Solimões e São Raimundo, na tarde deste domingo (9), às 15h30, no estádio Gilbertão, em Manacapuru. O Tubarão precisará vencer por três gols de diferença para tirar o Tufão da final

*Primeiro tempo*

Mesmo com a vantagem obtida na primeira partida, o Manaus começou mais ofensivo nos primeiros minutos. Com algumas jogadas de bola área, o Gavião do Norte chegou ao gol do goleiro Adrian. Por outro lado, o Nacional até tentou adiantar as linhas assim que o árbitro deu o início do jogo, mas logo recuou o time e apostou nos contra-ataques. Aos 7, na tabela com Edvan na entrada da área, Vanilson recebeu pelo lado direito da grande área, tentou encontrar alguém jogando no meio da bagunça, mas a bola passou por todo mundo.

Dois minutos depois, após Gabriel Davis colocar bola na área, Luis Fernando subiu para testar, a bola pegou no braço do zagueiro Varane e o árbitro Weden Cardoso Gomes assinalou pênalti. Na cobrança, Vanilson chutou no canto direito de Adrian, que ainda acertou o canto, mas a bola morreu dentro do gol. O Manaus ainda perdeu a chance de ampliar aos 18, quando Edvan tabelou pelo lado direito do ataque, desceu com velocidade, cruzou a meia altura para Vanilson que, sem marcação e só o goleirão do Naça à sua frente, acabou chutando em cima do arqueiro.

A primeira chance do Nacional surgiu aos 20, Vitinho saiu de frente com Gleibson, chutou com a perna esquerda, mas a bola saiu pelo lado direito do gol, sem direção, perdendo grande oportunidade de diminuir o prejuízo. O Manaus diminui o ritmo após a parada técnica e o Nacional perdeu algumas chances de empatar a partida. Com 32 minutos, Marcelo colocou na pequena área, Jones tentou cabecear, mas não alcançou a bola e ela saiu pelo lado direito da lateral. 

Antes do intervalo, o Manaus saiu jogando mal da defesa, Jones aproveitou a bobeira na entrada da área, chutou forte, mas a bola foi no meio do gol e Gleibson socou para longe.

*Segundo tempo*

Logo no primeiro minuto no retorno do intervalo, Edvan chegou com velocidade pelo lado direito do ataque, chutou cruzado, mas Adrian caiu com segurança para segurar a bola. Mesmo sem fazer muita força, o Manaus chegou ao segundo gol aos 12. Após cobrança de falta na grande área pelo lado direito, a bola viajou para o segundo pau, Spice apareceu sem marcação, testou firme e ampliou o marcador na Arena da Amazônia.

Aproveitando dos espaços que o Nacional oferecia, o Gavião passou a assustar em jogadas de contra-ataque. Aos 17, Diego Rosa avançou pelo centro, chutou na entrada da área, mas a bola saiu fraca e Adrian defendeu sem grandes dificuldades. Entretanto, um minuto depois, também valendo-se da bola parada, o Nacional chegou ao seu primeiro gol. Em cruzamento de escanteio pelo lado esquerdo, Antony subiu mais que a defesa do Manaus e cabeceou para o fundo da rede, sem chance para o goleiro Gleibson.

Mas valendo da ferramenta do contra-ataque rápido, Marcelinho tocou para Philip no comando de ataque, ele puxou para a perna esquerda, deixou o marcador no chão e, de frente com o arqueiro do Naça, o atacante do Gavião não titubeou e fez o terceiro do Manaus na partida. O Nacional ainda teve algumas oportunidades de diminuir no final da partida, mas o placar ficou por isso mesmo e o Manaus garantiu sua vaga na final do Estadual.

*Ficha Técnica*

Manaus 3 (6) x (1) 1 Nacional (Semifinais do Barezão 2021)
Local: Arena da Amazônia
Data: 8 de maio de 2021, sábado
Horário: 16h05

Árbitro: Weden Cardoso Gomes 
Gols: Vanilson (11’, 1ºT), Spice (12’, 2ºT) e Philip (24’, 2ºT) - (MFC); Antony (18’, 2ºT) - (NFC)

Cartões amarelos: Leozinho, Romão, Baé, Varane, Jones - (NFC); Assis, Anderson Paraíba, Gabriel Davis - (MFC)

*Manaus:* Gleibson; Edvan (Guilherme Amorim), Luis Fernando (Márcio Passos), Spice e Assis; Vinicius Barba (Gilson Alves), Gabriel Davis (Marcelinho) e Erivelton (Philip); Anderson Paraíba, Diego Rosa e Vanilson
Técnico: Luizinho Lopes

*Nacional:* Adrian; Marcelo, Chris (Antony), Varane e Romão; Baé, Roberto (Bruno) e Renatinho (Guto); Leozinho (Max), Vitinho (Rafinha) e Jones
Técnico: Alan George

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.