Publicidade
Esportes
Craque

Manaus vence o Fast Clube e joga por um empate na final da Copa Amazonas

Clailson marcou o único gol da partida aos 18 minutos do segundo tempo que deixou o Manaus a um empate da Copa Verde 2016 28/10/2015 às 00:12
Show 1
Manaus mostrou superioridade em campo
Anderson Silva Manaus (AM)

O Manaus FC conseguiu o improvável na noite desta terça-feira (27), no estádio Carlos Zamith, ao vencer o favorito Fast Clube por 1 a 0, pela quinta e última rodada da Copa Amazonas. Ambas as equipes já estavam classificadas para a final do torneio na próxima sexta-feira (30).

Com a vitória, o Gavião chegou aos 12 pontos, ultrapassou o Tricolor de Aço com nove pontos e conquistou o direito de jogar por um simples empate para garantir a vaga na Copa Verde 2016. O gol da vitória foi marcado por Clailson, aos 18 minutos da segunda etapa.

O jogo

Cheio de reservas por conta de cinco atletas pendurados e outros contundidos, o técnico Darlan Borges preferiu poupar os titulares para a grande final. A missão de garantir a vantagem do empate para a final ficou com a “turma da reserva” e com os quatro titulares ao longo da competição.

Ainda assim, com o time “esfacelado”, o Fast conseguiu manter o bom futebol mostrado durante  o campeonato, mas deixou espaço - pouco visto nas partidas - para que o Manaus aproveitasse. Sem tomar um gol na competição, o Manaus foi o primeiro a criar a melhor oportunidade na partida. Aos seis minutos, Clailson invadiu a área do Fast pela esquerda, ao passar pra Tety que tocou fraco e a zaga interrompeu o lance.

Aos 10 foi a vez do Tricolor. Lucas partiu em velocidade e próximo da entrada da grande área chutou forte por cima do gol. A partir daí o Fast criou inúmeras oportunidades, mas desperdiçou todas.  O Gavião foi em busca do gol, e também esbarrava na ineficiência do ataque, chegando a perder três chances claras de marcar.

Pra segunda etapa, Darlan investiu em mais força ofensiva e colocou o experiente Romarinho no lugar de Lucas Castro. A mexida deu mais mobilidade para o Rolo Compressor e um dos lances de perigo, foi aos oito minutos na cobrança de falta de Railson que raspou a trave. O técnico Igor Cearense colocou Rivelino para ter mais rapidez na troca de passes. As mexidas surtiram efeito e o jogo ficou igual, com ambos criando e ao mesmo tempo desperdiçando

Oportunidades.

Com o jogo aberto, o Manaus passou a ter calma na finalização. E aos 18, Tety cobrou falta na área, a bola desviou nos jogadores, bateu na trave e sobrou para Clailson balançar as redes e marcar 1 a 0.

O placar reacendeu o Tricolor que criou bastante com Romarinho e Weverton, mas a bola presa na zaga adversária e as boas defesas do goleiro Jonathan atrapalharam os planos do Rolo Compressor.

Para a próxima partida, o técnico do Fast terá os retornos de Labilá, Bianor, Roberto Dinamite e Delciney que não entraram na partida de ontem. Já o Manaus vai ter o reforço do zagueiro Fábio Gomes, suspenso pelo terceiro amarelo.

Publicidade
Publicidade